PS chamado a escolher entre Victor Baptista e Mário Ruivo

Este fim de semana as atenções vão estar concentradas nas eleições para a Federação Distrital do PS de Coimbra, que serão disputadas por Victor Baptista – o actual atual presidente recandidata-se a um quarto mandato à frente daquela estrutura partidária – e Mário Ruivo.

Em Oliveira do Hospital, Ruivo, que se candidata sob o lema “Mudar para Vencer”, é o candidato que reúne maiores apoios dentro da estrutura local do PS, já que é apoiado pelo presidente da concelhia, José Francisco Rolo, e por alguns militantes históricos do partido, como António Campos.

O presidente do Centro Distrital de Segurança Social de Coimbra, conta ainda com o apoio da maioria dos autarcas socialistas – o próprio presidente da Assembleia Municipal, António Lopes, não é militante do partido mas tem participado em diversas acções ações de campanha daquele candidato – e tem também um outro aliado de peso nas suas fileiras. Trata-se de Paulo Campos, o secretário de Estado Adjunto das Obras Públicas e das Comunicações, que decidiu empenhar-se na “renovação” do quadro de dirigentes distritais do partido.

Do outro lado da barricada está Victor Baptista que, apesar de estar a encontrar alguma adversidade em território oliveirense, está a ser apoiado pelos presidentes de Câmara do distrito de Coimbra que são militantes do PS e, ainda, por a maioria dos presidentes das comissões políticas concelhias.

Baptista, que concorre sob o lema “Trabalhar, Renovar, Ganhar”, está à frente da Federação Distrital de Coimbra desde 2004, e vem elegendo as vitórias que o PS tem vindo a obter no distrito como um dos seus principais argumentos.

O deputado socialista à Assembleia da República, que nas últimas eleições anunciou em Oliveira do Hospital a sua intenção de não se voltar a recandidatar à presidência daquele órgão, decidiu travar um novo combate político, mas assume – na sua moção – que se recandidata “pela última vez”.

O resultado destas eleições – as urnas estão abertas entre as 18h00 e as 22h00 do próximo sábado – deverá ser conhecido antes da meia-noite do próximo sábado.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

LEIA TAMBÉM

Viva o 25 de Abril! Sempre! Autor: João Dinis, Jano

Ao 25 de Abril de 1974 e à nossa magnífica “Revolução dos Cravos” se colou …

António Lopes

António Lopes junta acórdão do TCANorte para reforçar acusação no processo contra o município de Oliveira do Hospital

O ex-presidente da Assembleia Municipal (AM) de Oliveira do Hospital António Lopes pediu ao Tribunal Administrativo …