PS de Oliveira do Hospital caminha para “maioria absoluta”

… que acorreram ao Fórum das Freguesias, em Galizes, o partido contou com 11 dos 21 presidentes de junta e garante ter condições para alcançar a “maioria absoluta”.

“Esta candidatura tem o rosto do professor José Carlos Alexandrino”, reiterou ontem o presidente da Comissão Política Concelhia do PS no decorrer do encontro realizado em Galizes, freguesia de Nogueira do Cravo, destinado a “ouvir as pessoas, os eleitos e os autarcas”, no claro propósito de “unir forças”.

Uma congregação de esforços no sentido de mobilizar o maior número possível de militantes, independentes e até elementos de outros projetos políticos naquele que é o projeto do PS às autárquicas de 2013, numa aposta clara de o partido alcançar o melhor resultado de sempre.

“O PS está a trabalhar para ter maioria absoluta na Câmara Municipal de Oliveira do Hospital”, assegurou José Francisco Rolo, assumindo aquele como principal desafio da estrutura que dirige e que é também transversal aos restantes órgãos autárquicos. Em particular, as juntas de Freguesia, cuja liderança o partido conta alargar, contando para isso com o apoio dos atuais autarcas eleitos pelo PS e de outros eleitos por restantes forças políticas. “Temos ali os seis presidentes de Junta do PS, os autarcas da Lajeosa (independente), Lourosa, Nogueira do Cravo, Lagos e S. Gião (PSD) que quiseram vir a esta iniciativa”, disse satisfeito o dirigente concelhio, antecipando assim a recandidatura de presidentes anteriormente eleitos por outros projetos, agora sob a bandeira do socialismo.

Num encontro socialista que contou com um conjunto significativo de militantes, independentes e eleitos de outros partidos, Rolo disse não ter dúvida do cariz “aglutinador” do projeto socialista “que junta pessoas e forças para fazer desenvolvimento”. Um reconhecimento que o PS concelhio também comprovou pela presença do dirigente nacional Álvaro Beleza no Fórum das Freguesias. “Depois da apresentação de José Carlos Alexandrino na presença de António José Seguro , em julho passado, este é o renovar da confiança do PS no projeto “Oliveira do Hospital tem futuro” e no “projeto renovado de Oliveira do Hospital”, constatou José Francisco Rolo que, no arranque da corrida, coloca o combate ao desemprego e as acessibilidades no topo das prioridades.

“A lista será feita por mim e não a negociarei com o PS”

A protagonizar uma recandidatura à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino revelou-se igualmente ambicioso no que respeita ao resultado a alcançar nas autárquicas 2013.

“Pelos sinais que me são dados não tenho dúvidas de que teremos a maioria absoluta”, referiu confiante José Carlos Alexandrino, certo também do bom resultado do partido que representa “com orgulho” nas juntas de freguesia.

“Sem dúvida de que iremos melhorar e teremos uma vitória esmagadora”, antecipa o presidente da Câmara que encara a presença dos vários presidentes de junta naquele encontro como um “reconhecimento” do bom trabalho desenvolvido.

A partir para um novo desafio político, Alexandrino assegura estar a preparar uma candidatura “supra partidária”. “São bem vindas todas as pessoas das diversas áreas políticas”, afirma o presidente que garante já ter “em mente” a lista com que se vai recandidatar à autarquia oliveirense e da qual não chega a excluir o vereador Paulo Rocha. “O problema nunca estará em mim”, referiu a propósito do ex social democrata que em janeiro de 2012 reforçou a equipa municipal e ao qual Alexandrino reconhece capacidade de trabalho na área financeira. “Tem feito um trabalho muito bom”, referiu.

Do mesmo modo que parte para uma candidatura supra partidária, Alexandrino clarifica também ser da sua responsabilidade a constituição da lista com que se recandidata à Câmara Municipal. “Será feita por mim e não a negociarei com o PS”, avisa.

Num momento de “união de forças”, foi visível a ausência “injustificada” de António Lopes no Fórum das Freguesias. “Comprometemo-nos a entrar e sair juntos”, reagiu José Carlos Alexandrino, contando com António Lopes para, tal como “prometido”, liderar uma recandidatura à Assembleia Municipal. Recandidaturas que, adianta Alexandrino, assinalam o fim de um ciclo político para ambos. “Não estou agarrado à cadeira do poder e este será o meu último mandato, porque tenho outros projetos e a minha vida não se esgota na política”, referiu o presidente da Câmara que se recusou em comentar a demora do PSD em apresentar oficialmente a candidata – o nome de Cristina Oliveira já foi confirmado pela Comissão Política de Secção do PSD – à Câmara Municipal. “Estou mais interessado no meu projeto político futuro do que no PSD”, registou.

Participado por militantes e dirigentes distratais e nacionais do PS, o Fórum das Freguesias deu ainda lugar, a pedido de Álvaro Beleza, à entoação de “Grândola Vila Morena”.

LEIA TAMBÉM

Incêndios adiam da tomada de posse do executivo da autarquia oliveirense

A catástrofe que se abateu sobre Oliveira do Hospital, com os incêndios, levou a uma …

Incêndio

Anda tudo a gozar connosco!!! Autor: Luís Lagos

Anda tudo a gozar connosco!!! Eu estou absolutamente farto!!! Fartinho!!! Haverá quem leia este post …