PS de Oliveira do Hospital denuncia “pior ataque à qualidade educativa do concelho”

A realidade educativa concelhia está a preocupar o PS de Oliveira do Hospital que, em comunicado enviado ao correiodabeiraserra.com entende ser merecedora da “mobilização da comunidade oliveirense”.

“Querem tirar um curso à ESTGOH, querem tirar um curso à EPTOLIVA, querem acabar com 37 turmas no concelho de Oliveira do Hospital, no seu conjunto, é o pior ataque, jamais feito, à qualidade educativa do concelho, nunca antes feito por qualquer Governo ou Serviço governamental, que merece o alerta e a mobilização da comunidade oliveirense”.

A preocupação pertence ao PS de Oliveira do Hospital que, insatisfeito com a forma “atabalhoada” como o governo e a Ex DREC estão a preparar o início do novo ano escolar – “sem o envolvimento dos habituais parceiros educativos locais, em especial a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital”, refere em comunicado – tem em curso a iniciativa “Ensino- Educação Formação – Oliveira do Hospital 2013-2014”.

Depois de reunir com a direção da ESTGOH e da Eptoliva, o partido liderado a nível concelhio por José Francisco Rolo sentou-se à mesa com a Comissão Administrativa Provisória do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital – “também designado de “Mega-Agrupamento concelhio” ou também, designado por vários docentes como “agrupamento de dimensões babilónicas”, reforçam – considerando que “integra o absurdo número de 2.890 alunos, uma decisão imposta contra toda a comunidade escolar e o próprio município”.

“Esta iniciativa, depois do périplo pela ESTGOH e pela EPTOLIVA, ganha toda a pertinência dadas as profundas alterações introduzidas no setor da educação do concelho da responsabilidade do Governo e da ex-DREC”, refere o PS concelhio, reportando-se à extinção dos cinco agrupamentos de escolas e criação do mega agrupamento, redução do número de horas das Atividadaes de Enriquecimento Curricular e a redução da rede escolar concelhia com “a proposta de diminuição – nunca antes vista – do número de turmas no concelho de Oliveira do Hospital, que passarão de 156 turmas, para 119 turmas propostas pelo Ministério da Educação / DGEST (Ex-DREC) para o ano lectivo 2013 / 2014”. Em particular, os socialistas manifestam-se preocupados com as implicações que tal decisão tem, “por via do aumento desmesurado do numero de alunos por turma, com o consequente prejuízo da qualidade pedagógica e sucesso educativo, com vários professores com horários de “zero horas”, e outros contratados que serão forçados ao desemprego, risco extensível aos auxiliares de educação”.

Para o PS oliveirense “é inaceitável que enquanto o município de Oliveira do Hospital continua a investir na qualidade da educação proporcionada a alunos e famílias do concelho, o Governo e a ex-DREC, em diferente momentos, apenas contribuam para destruir o “edifício educativo” de qualidade que ao longo dos anos se construiu em Oliveira do Hospital”.
“Nunca tão poucos, fizeram tanto mal, em tão pouco tempo, à Educação em Oliveira do Hospital”, concluem.

LEIA TAMBÉM

Mortes em acidente em Tábua no acesso ao IC6

Dois homens morreram hoje na sequência de uma colisão frontal entre duas viaturas ligeiras numa …

Funcionário público detido na região de Viseu por apropriação de objectos apreendidos judicialmente

PJ deteve em Trancoso desempregado por alegada violação de criança

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem de 34 anos, em …

  • indignada

    Entao agora o PSD nao se queixa e diz q é tudo culpa do Sr. Alexandrino?

    Depois de uma reuniao tao bonita no agrupamento de Nogueira, em que as maes apoiantes da candidata do PSD, q se queixavam q iam o mes de agosto de ferias e nao podiam tratar da educaçao dos filhos, ou ir po-los a escola, pq o sr. presidente é q tem de arranjar soluçao e ja agora, tomar conta deles, nao ha manifestações?? Afinal de quem é a culpa? Se calhar a candidata q acha q mega agrupamentos é q é bom, tb tem algumas culpas no cartorio…..

  • Guerra Junqueiro

    O que se nota é que este governo está a mexer no “monstro” que mais ninguém mexeu.
    E vai ficar melhor do que o que está?
    Gostava de ver o PS local mais preocupado com a economia?
    Como por exemplo sabermos o que se está a passar com a Zona Industrial da Cordinha? Pois está um pavilhão já há muito construído, pelos vistos pago e sem ninguém? Isto sim preocupa-me pois é mais uma navalhada na economia. As piscinas estão prontas. agora aquilo que interessa e que realmente mexe!! Nada. Parado.
    Relativamente à economia local, noto também um desinteresse por parte do PS local em saber e mostrar o que se está a passar com o Hotel dos Fiais, que foi entregue a investidores Russos? O que se passa? A obra está parada há tantos meses?
    Situações que realmente nos interessam, a nós, ao comum cidadão, respostas!!!! Nada.
    Vão gozar com outros.

    Cumprimentos
    Guerra Junqueiro

  • minerva

    Oh Guerra Trambolho Peniqueiro:
    Já metes os pé na poça, para além de quereres estar a desviar as atenções do ATAQUE DO GOVERNO ÀS ESCOLAS DO CONCELHO!!
    É obvio que se o Hotel dos Fiais não avança…é porque o Governo do PSD não lhe aprova o investimento!
    Acho que toda a gente já percebeu…menos tu!
    P.S. – Não vales NADA na tua terra nem no PSD. Ficou provado!
    Dedica-te ao vinho carrascão…

    • Guerra Junqueiro

      Já que toda a gente percebeu, agradecia que esclarecesse todas as situações, para também eu ficar esclarecido.
      Tal como dizia a placa lá nos Fiais: “O Povo quer ser esclarecido”.
      É triste é esquecerem o que os governos PS fizeram ás escolas primárias.

      Cumprimentos
      Guerra Junqueiro