PSD acusa executivo da autarquia de Oliveira do Hospital de ser “ditatorial e agressivo”

A concelhia de Oliveira do Hospital do PSD qualificou a resposta do presidente da Câmara Municipal local à tomada de posição daquele partido sobre o acolhimento de refugiados como “crispada e insultuosa”. Os sociais-democratas lembram que José Carlos Alexandrino classificou o PSD de Oliveira do Hospital como “xenófobo, de extrema-direita e próximo de Hitler”. E dizem que o comportamento do Executivo Municipal e do Partido Socialista é “ditatorial e agressivo”.

“Este comportamento está a tornar-se norma em Oliveira do Hospital e pretende dificultar um debate sério e necessário sobre vários assuntos de grande importância para os oliveirenses e para o futuro do nosso concelho. A realidade tem-nos dado razão… a propalada democracia não é respeitada na nossa terra, as vontades são impostas ditatorialmente, como acontece no caso em apreço”, referem os sociais-democratas que dizem ter recebido aquele tipo de resposta apenas porque tiveram a coragem de não concordar com o autarca.

“Somente porque, em nosso entender, teve [PSD local] a ousadia de discordar do mesmo, criticando o seu posicionamento e por achar que a questão dos imigrantes ilegais deveria ser discutida no local próprio que é a Assembleia Municipal e de ser alargada a sua discussão à sociedade oliveirense e não, como se verifica, ser imposto de forma arbitrária e tendo em conta ganhos políticos pessoais”, refere um comunicado da estrutura liderada por Nuno Vilafanha, o qual considera que as palavras de José Carlos Alexandrino ofendem “directa e indirectamente, todos os Sociais-democratas e muitos oliveirenses de diversos quadrantes políticos que se revêem no posicionamento prudente e ponderado do PSD concelhio”. “Foram palavras inadmissíveis e nada saudáveis em democracia, desprovidas de sensatez e que dificultam a sã convivência política mas que evidenciam o nível dos nossos representantes”, sublinham.

Os sociais-democratas de Oliveira do Hospital mostram-se ainda surpreendidos pela reacção do eurodeputado socialista Francisco Assis que num artigo de opinião defendeu o autarca de Oliveira do Hospital pela disponibilidade que demonstrou também a reacção do PSD. “Esperava-se muito mais do ponderado e experiente eurodeputado do que aquele triste papel insultuoso a que se prestou, onde se percebe que comentou e criticou algo que não leu. Certamente que se tivesse tido o cuidado de ler o nosso último comunicado tinha evitado escrever patetices e expor-se ao ridículo pacóvio do seu comentário e despautério”, frisam, adiantando que em “momento algum” o PSD de Oliveira do Hospital se mostrou contra os refugiados, mas defende que uma das prioridades deve, ao contrário daquilo que dizem ser a atitude do autarca, passar por não “esquecer ou diminuir as dificuldades e necessidades que os oliveirenses sentem”.

PSD quer autarquia a  ajudar imigrantes que querem regressar e não podem

Referindo que gostariam de ver por parte do executivo municipal de Oliveira do Hospital o mesmo empenho e determinação que o demonstrou neste caso em relação aos oliveirenses que foram obrigados a sair do país e que agora sentem dificuldades em regressar. “Devido a esta polémica desnecessária, criada pelo Partido Socialista, tomámos conhecimento de alguns Oliveirenses espalhados pelo mundo que gostariam de regressar à terra que têm no seu coração, por saudade ou necessidade pois, infelizmente, também no estrangeiro não têm emprego e com os quais temos uma obrigação redobrada de ajudar”.

“Os oliveirenses, seguindo a génese portuguesa, são um povo pacífico, generoso, sem ódios ou intolerância raciais contudo, mas contrariamente ao que pensa e diz o senhor presidente da câmara não vêm com bons olhos a vinda dos imigrantes ilegais ou refugiados para Oliveira do Hospital”, assegura ainda a estrutura liderada por Nuno Vilafanha, defendendo um debate alargado sobre o assunto. “Assim que se conheçam concretamente os termos e condições da União Europeia e do Governo de Portugal para o acolhimento destes imigrantes é necessário ouvir o que a população tem para dizer e, nesse sentido, insistimos no apelo à necessidade de promover uma discussão séria sobre esta temática por forma a acautelar os interesses e vontades dos nossos munícipes”, dizem, concluindo que esperam um pedido de desculpas por parte de José Carlos Alexandrino. “Pela gravidade das afirmações insultuosas proferidas e em nome do PSD e dos oliveirenses ofendidos, esperamos que se retrate de forma clara e inequívoca”, rematam.

LEIA TAMBÉM

Feridos nos fogos que afectaram Oliveira do Hospital estão isentos de taxas moderadoras e têm medicamentos gratuitos

As vítimas dos incêndios de Junho e de Outubro do ano passado, que afectaram, entre …

Oliveirense Paulo Campos entre ex-governantes de Sócrates sob escuta e pode vir a ser constituído arguido

O processo que investiga Parcerias Público-Privadas Rodoviárias, ao fim de sete anos, está na recta final …

  • Politicalex

    Pedir desculpa..? Espera sentado…! O homem sabe lá o que é educação. Passa o tempo a atacar a vida privada das pessoas nas sessões públicas ia agora pedir desculpa..! Tiveram bom mestre. Não vêm o de Évora, depois de tudo o que se sabe os criminosos são os juízes que o investigam..! E aquela luta de guerrilha pelo IC6 não era para começar no dia 1 de Junho? O boicote às Europeias foi o que se viu. Será que também vai pedir um boicote às legislativas? Isso não convém que é para o PS levar um banho.cá no burgo…

    • Politicalex

      Desta vez, na sessão da Câmara, sobrou para os dirigentes do Oliveira..! Diz que vai começar a pagar a 15 dias…mas já tinha decidido isso há dois anos…Já nem sabe o que decide…só fogachada !!!

      • Sebastião Pereira

        Tenho um amigo aí em Oliveira que vendou umas coisas para a câmara, no valor de 1600€ e também lhe espetaram essa tanga do pagar em 15 dias!

        Só esteve 6 meses à espera… Imagino se eles dissessem que pagavam a 30 dias…

        • Politicalex

          Esta de “pagar a 15 dias para ajudar as empresas” já a disse há mais de 2 anos. Agora recebeu uns dinheiritos do IMI já veio dar uma de campeão.

  • Sondagem Pobre

    Por estas e outras parecidas,é que estão a descer nas sondagens. Cá no burgo basta ir acompanhando os inquéritos do Beira Serra.. Normalmente levam 4-1. Depois com aqueles programas encapotados a criarem condições para fugir às responsabilidades políticas, como queriam fazer para ilibar o Sócrates e afins, dá para perceber que são uns democratas… “GRANDES”!!! Ontem era um deputado PS a queixar-se que o Governo não dava informação sobre a TAP. Será que aprenderam com o nosso executivo? De facto esta Câmara está a ser um exemplo(mau) para muitas coisas…

  • Descontos é no continente

    Se pagar a pronto obtém mais desconto, podia ser que cobrisse os temporalmente desaparecidos 381 mil.

    • Politicalex

      Já apareceram quase todos,mas não foi por uma questão temporal,foi por uma questão contabilística,o que para eles é um mistério…são mais prá bola…Este ano até “roubaram” o torneio de veteranos ao Nogueirense..!

  • tontom

    Estes pobres politicos , vendidos e comprados da forma que foram e que afundam o concelho dia a dia ,que fazem golpes de estado para afastar incómodos ou fazem assédio e chantagem directa ou indirecta sobre as pessoas que se dizem democratas sejam eles da oposição ou dos que estão no poder ou os lambe botas que gravitam à volta , conseguem esta coisa fantástica que é conseguir a apatia de uma população.
    Como nada sabem fazer acusam-se mutuamente com as dividas, com o dinheiro, quando nem sequer sabem apresentar as contas certas . Falam do passado. Os sem carácter são assim . Fazem alusões ao passado e a quem não se pode defender e explicar . Próprio também dos cobardes . Cobardia e falta de carácter andam de mãos dadas por aí. Ficam irritados fácilmente . São uns deuses. São os maiores . O berço não ajudou ?
    Aqui ao lado em Seia o endividamento é grande mas têm lá tudo .E são 21ºs e não perderam nada . Aqui tudo foi perdido e maltratado .Muito preocupante .Olhem só o que foi prometido e o que foi feito e onde o dinheiro é gasto .
    Aqui o que foi deixado está ao abandono , sem acompanhar as necessidades, sem serem capazes de fazer diferente. São uns completos Incompetentes e demagogos de palavra fácil mas prática inconsequente que refletem a sua incapacidade para estes lugares .Um pequeno exemplo entre dezenas ; chamar multiusos a uma sala no mercado municipal e aquela obra de arte cinzenta incorporada chamado terminal rodoviário . A minha cozinha também é multiusos, serve de sala, de cozinha e de sala de convivio e é também terminal em corridas de play station.
    Claro que uns oportunistas de ocasião vão aproveitando e vivendo. Para um povo apático serve . E serve até muito bem . Agora com uns comunicados, umas palminhas nas costas, uns risinhos e uns irritanços, para fazer ver que estamos preocupados e mostrar força e depois mais umas marchas e festas , uns comes e bebes,vais ser a alegria total para um concelho que nestes 8 últimos anos menos cresceu entre o mar e a serra , graças ao PSD, PS, CDS e CDU, todos eles com responsabilidades autárquicas e poderzitos distribuidos . Um delírio de rir , estes senhores .
    Tenham vergonha.