PSD apresentou candidatos à CM de Oliveira do Hospital e promete acabar com o caminho de “decadência e retrocesso promovido pelo executivo PS” e devolver “a prosperidade” ao concelho

O PSD apresentou ontem a lista concorrente à Câmara Municipal de Oliveira do Hospital e os vários candidatos às assembleias de Freguesia. Na presença do líder da distrital de Coimbra, Maurício Teixeira Marques, o candidato que pretende conquistar a presidência da autarquia nas eleições do próximo dia 1 de Outubro, João Paulo Albuquerque, frisou que a aposta dos sociais-democratas é oferecer ao concelho a possibilidade da “recusa” do “caminho” que o município segue “há oito anos… e que só tem trazido atrofio, atraso, declínio, decadência e retrocesso” e a escolha de uma equipa com capacidade para devolver ao concelho a dinâmica de outros tempos. O candidato afirmou ainda que o objectivo do PSD é conquistar a autarquia e o maior número possível de Juntas de Freguesia.

“Já não estamos numa fase de saber se vamos melhorar em relação às últimas eleições, mas sim se vamos ganhar a Câmara Municipal”, explicou o candidato que traçou um quadro negro do trabalho desenvolvido pelo actual executivo de José Carlos Alexandrino. “Tem sido muito negativo. Oliveira do Hospital já foi o terceiro concelho do Distrito de Coimbra. Agora estamos nas ruas da amargura”, sublinhou, garantindo que um dos seus objectivos passa por “esquecer os POCS e os salários de 500 euros e atrair empresas para o concelho”.

O PSD, com a actual equipa, garantiu João Paulo Albuquerque, oferece à população “escolhas” para “Mudar de Rumo” e acabar com a actual política onde diz existir “falta transparência, falta de igualdade de oportunidades, falta de rigor nas decisões, falta de uma visão que projecte o concelho para um melhor empreendedorismo e uma maior industrialização”. O candidato social-democrata defendeu ainda a implementação de medidas que fomentem “um turismo maior e melhor, promovam e respeitem o ambiente, os animais, a floresta e os rios”, bem como “minorar os problemas sociais, nomeadamente da área da saúde”.

“Esta noite é um marco histórico da política concelhia. É um marco histórico, porque vamos apresentar as equipas que irão dar às gentes do concelho a possibilidade de diferentes escolhas. Escolhas de outras pessoas, de outros valores e de outros princípios”, sublinhou ainda João Paulo Albuquerque, agradecendo aos vários candidatos que aceitaram acompanhá-lo naquilo que classificou de “difícil e complicado desafio”, bem como ao ex-autarca Mário Alves que, no seu entender, foi um dos grandes responsáveis pela alavancagem da actual candidatura que engloba “gente honesta, trabalhadora, empreendedora e com forte compromisso para dinamizar o concelho”.

A aposta passou, disse, por construir um grupo de trabalho “de valências abrangentes”, com candidatos especialistas em várias áreas, desde “as engenharias, contabilidade e finanças, gestão, psicologia, assistência social e cultura”. Assim, para além do próprio, João Paulo Albuquerque, engenheiro de profissão, “a equipa contempla a gestora bancária Emília Moreira, o professor Cláudio Correia, o maestro Rui Marques, a psicóloga Sandra Abreu, o gestor Diogo Antunes, o assistente social Rui Paiva (que não pode estar presente), a administradora Sofia Duarte, a engenheira Liliana Amaral e o empresário Auteberto Brito”. “Todos somos oliveirenses e residentes no concelho, todos amamos a nossa terra”, frisou, adiantando ainda que o candidato à Assembleia Municipal é o actual presidente da concelhia do PSD, João Brito.

“É com esta equipa que esperamos satisfazer as necessidades do concelho, alavancando o mesmo para patamares bem mais elevados que os actuais”, disse o homem que pretende assumir os destinos do concelho a partir do próximo dia 1 de Outubro. “É com esta equipa que vamos Mudar de Rumo e abandonar este caminho ruinoso em que nos encontramos”, concluiu.

O presidente da Distrital de Coimbra do PSD, Maurício Teixeira Marques, elogiou o trabalho desenvolvido pela actual equipa e explicou que ao contrário da demagogia de outros, os autarcas sociais-democratas apostam na honestidade e rigor. “Não é um trabalho de feiras e romarias, de demagogia barata que acaba por ser nefasta para as populações, mas sim um trabalho de competência e rigor. Quem está na política para olhar pelos seus próprios interesses ou de um grupo, não está no nosso seio”, disse o também deputado na Assembleia da República, para quem o grupo de trabalho liderado por João Paulo Albuquerque tem a capacidade de “devolver a prosperidade” a Oliveira do Hospital.

LEIA TAMBÉM

Faleceu a romancista Ermelinda da Silva

A romancista Ermelinda da Silva natural de Vila Franca da Beira faleceu ontem e funeral …

Um ferido grave e outro ligeiro num despiste em Tábua

Um despiste esta tarde (18h04) na Estrada Municipal 1304, na freguesia de Vila Nova de …

  • ATENTO

    O JCA continua a usar e abusar do dinheiro dos contribuintes para a campanha eleitoral.

    Foi bonito de ver o JCA a acenar ao povo do Concelho na moto da Volta a
    Portugal em bicicleta.

    Quanto custou esta “brincadeira” do JCA?

    É isto que o Concelho quer para os próximos 4 anos?

    Não basta os últimos 8 anos de festas, foguetes e folclore?

    Abram os olhos eleitores deste Concelho.Estamos no momento da mudança.
    Estamos cansados de promessas não cumpridas.

    O IC6 foi substituído por obras eleitorais na E.N.17 em pleno mês de
    Agosto, com os graves constrangimentos na principal estrada de acesso à
    fronteira.

    Juntos pela mudança.

    • Abel Bernardo Oliveira

      e não é que ambas as vias são necessárias!!??

  • TAMBEM ATENTO

    TAMBEM ATENTO

    Apresentação publica na sede? Tiveram medo de vir para a rua mostrar a vossa real força? Ou foi por conselho do Mário Alves que tambem não quis dar a cara? Já estão a ver o que vos espera, não é verdade?

    • Desatento

      Percebes pouco da coisa. A força mostra-se, quando e onde necessário. Mas isso dito assim, quer dizer que quem andou a ameaçar que não era candidato sem IC e se agachou é que é a boa solução? Olha para a lista da Câmara do PSD e olha para a do PS. Metade dos vereadores só o são porque lhe prometeram emprego. Alguma vez este Município teve cinco vereadores a receber ordenado da Câmara? Ao menos tenham vergonha e respeito por quem paga impostos. Queres que te diga a explicação da Senhora vereadora das “florestas” que anda por ali, para ter ido na lista do PS ? Sabes porque é vereador o Nuno Ribeiro e porque é adjunto o Seixas? Para não terem que se deslocar para onde foram colocados. Isto, no PS funciona assim. Olha vale mais o candidato Maestro Rui Marques que a vereação toda do PS. No dia das eleições logo contas os votos. Com o que andam a gastar do erário público tinham obrigação de encher o Largo Rieiro do Amaral.Foi só ao fundo…poucochinho..! E lá tiveram que ir os que têm medo de perder o emprego.Não fora isso não tinham ninguém.

  • Antero Pisgoia

    Realmente ele (JCA) teve muita gente na apresentaçao??!!
    Deve ter andado a ameaçar a malta para irem lá senão lixava-os a todos.
    Conhecemos muito os métodos dissuasores e pidescos que ele pratica ultimamente! à custa do poder

  • Abel Bernardo Oliveira

    No tempo do PSD em Casal de Abade foi construída e
    uma estação elevatória de tratamento de esgotos a dois metros da Fonte Velha (já centenária), obra que privou a população de se abastecer naquela Fonte. Nunca o povo Casal de Abade foi tão mal tratado e desprezado quanto a governação do PSD.