Imagem vazia padrãoA secção do PSD de Oliveira do Hospital, está entre as primeiras secções do país com maior número de eleitores. De acordo com os últimos dados eleitorais, divulgados pelo partido após as eleições directas de 31 de Maio, esta estrutura partidária só encontra “concorrência” e é superada em duas secções do distrito de Braga (Vila nova de Famalicão e Vila Verde), três do Porto (Vila Nova de Gaia, Trofa e Porto) e três da área metropolitana de Lisboa (Algés, Cascais e a secção Oriental).

 

PSD com mais militantes que o Funchal

No distrito de Coimbra, Oliveira do Hospital é a segunda secção que tem mais eleitores (1.193), logo a seguir à Figueira da Foz (1.353). A própria cidade de Coimbra (1.106) tem menos militantes com capacidade de voto e, em termos distritais, a secção oliveirense foi aquela onde se registou a maior votação – 783 votantes.

No último acto eleitoral do partido, em Arganil e Tábua, por exemplo, apenas votaram, respectivamente, 53 e 25 militantes sociais-democratas.

Estatisticamente falando, só na secção de Oliveira do Hospital – onde Manuela Ferreira Leite venceu –, votaram mais de 25 por cento do total de votantes do distrito, onde se contaram 2.931 votos.

PSD de Oliveira do Hospital com mais eleitores do que os distritos de Castelo Branco, Évora e Portalegre

Imagem vazia padrãoUm facto curioso é que, na secção da segunda cidade do país – o Porto –, apenas existem menos 307 eleitores comparativamente a Oliveira do Hospital. O número de votantes, registado na cidade invicta nas directas do PSD, também só superou a secção oliveirense em 115 votos.

Mas as curiosidades matemáticas não se ficam por aqui, já que a concelhia do PSD local tem, por exemplo, mais capacidade eleitoral do que todas as secções juntas dos distritos de Castelo Branco, Évora ou Portalegre.

Na Madeira de Alberto João Jardim – com 11 secções de voto –, todas as secções ficam muito aquém da realidade de Oliveira do Hospital. Só mesmo o Funchal é que se aproxima da militância oliveirense. Mesmo assim tem menos eleitores (1.016) e teve menos gente a votar (716).

E o arquipélago dos Açores, onde houve apenas 463 votantes num universo de 809 eleitores?

Desinteressados da política – ou pelo menos do PSD – andam os barranquenhos, pois é em Barrancos, a terra dos “touros de morte”, onde os sociais-democratas têm apenas 2 eleitores. Ambos foram às urnas e ambos votaram Pedro Passos Coelho.

Esta escalada de votos no PSD de Oliveira do Hospital, começou a acentuar-se no ano de 2006, altura em que José Carlos Mendes ganhou o partido contra a facção de Mário Alves, representada por Paulo Rocha. Em 2008, a luta pela liderança do PSD ganhou novo fôlego e houve centenas de pessoas a tornarem-se militantes. Hoje, Oliveira do Hospital – com cerca de 1.200 eleitores com quotas pagas – é, curiosamente, uma das secções que o PSD tem no país com mais capacidade eleitoral.

Henrique Barreto

LEIA TAMBÉM

Incêndios adiam da tomada de posse do executivo da autarquia oliveirense

A catástrofe que se abateu sobre Oliveira do Hospital, com os incêndios, levou a uma …

Incêndio

Anda tudo a gozar connosco!!! Autor: Luís Lagos

Anda tudo a gozar connosco!!! Eu estou absolutamente farto!!! Fartinho!!! Haverá quem leia este post …