PSD critica gestão socialista na câmara municipal

Alegando que o Orçamento de Estado para 2011 deixa antever “dias difíceis para as famílias oliveirenses” – “representa um claro ataque à classe média e às pequenas médias empresas”, sublinham os social-democratas –, aquele comunicado questiona também a verba de 50 mil euros que o Governo vai transferir para Oliveira do Hospital em 2011, através do Plano de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração Central (PIDDAC).

“Afinal não existem projetos em Oliveira do Hospital?; Não necessitamos de requalificar espaços, nomeadamente na zona mais antiga da cidade?; Não necessitamos de requalificar o próprio centro de saúde?”; “Não necessitamos de instalações desportivas condignas para os nossos jovens desportistas?; pergunta, entre muitas outras questões – leia aqui o comunicado na íntegra –, a comissão política concelhia do PSD.

“Passado um ano de governação socialista, baseado no lema em que ‘as pessoas são a nossa prioridade’, sentimos que muito há a fazer para que os oliveirenses não tenham que recorrer aos concelhos vizinhos para satisfazer as suas necessidades do dia-a-dia”, refere também aquele comunicado, assinado pela presidente da concelhia do PSD, Sandra Fidalgo.

Sobre a mais recente obra lançada pela câmara municipal – o Centro Educativo de Nogueira do Cravo –, o PSD local está contra o projeto e sustenta a sua posição num parágrafo da carta educativa, que salienta que “a relativa folga existente nos outros agrupamentos e a tendência para uma estagnação demográfica a médio prazo, não aconselha a construção de novos equipamentos de raiz antes de se esgotarem as possibilidades de aproveitamento dos existentes”.

O PSD também critica o facto de se projetarem piscinas na zona da Cordinha, “quando as piscinas municipais possuem condições deploráveis”, e lança uma farpa sobre um processo que tem estado a gerar alguma polémica, sobretudo no fórum de discussão online deste diário digital. Trata-se das Atividades de Enriquecimento Curricular do 1º CEB. “Aplicam-se critérios pouco claros em concursos e os resultados representam, como não poderia deixar de ser, uma estranheza para quem os consulta”, diz o PSD local.

Mas neste comunicado, o PSD deixa também um recado interno à oposição que vai sendo feita ao partido pelos seus próprios militantes, e que continuam num “cenário dantesco de conflitualidade e discussão na praça pública”.

“Continuam a estimular este clima com ataques que agora se traduzem em insultos diretos aos elementos e ao trabalho da comissão política em funções”, refere aquele comunicado enviado às redações dos jornais, e no qual manifesta já uma declaração de apoio à candidatura de Marcelo Nuno à comissão política distrital.

LEIA TAMBÉM

Líder parlamentar do PSD questiona António Costa sobre a reconstrução das casas afectadas pelos incêndios.

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, pediu ontem explicações ao primeiro-ministro sobre o reduzido número …

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital garante verba ainda desconhecida para reconstrução das segundas habitações depois de questionado pelo vereador do PSD

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, disse hoje que …