PSD de Oliveira do Hospital recusa-se a participar nas reuniões da Distrital

O sucedido na última reunião alargada da Comissão Política Distrital do PSD de Coimbra continua a assombrar as relações entre a estrutura distrital e a Comissão Política de Secção de Oliveira do Hospital.

Na última segunda-feira, a CPS de Oliveira do Hospital, presidida por Nuno Pereira, recusou-se a comparecer na reunião realizada em Coimbra, pelo facto de não ter obtido qualquer resposta ao e-mail enviado à estrutura distrital e no qual solicitava, entre outras matérias, a acta completa da última reunião, bem como a garantia do normal funcionamento da reunião para a qual tinha sido convocada.

Sem resposta ao e-mail, onde também confrontava a estrutura distrital para a situação da conta bancária que, desde a demissão de José Carlos Mendes, está a ser gerida pela distrital de Pedro Machado, a equipa de Nuno Pereira decidiu – conforme comunicado enviado ao correiodabeiraserra.com – não mais comparecer nas reuniões da CPD de Coimbra, enquanto esta “não repuser a verdade dos factos e não respeitar os estatutos do Partido Social Democrata”.

Ainda com a última reunião bem presente na memória – o ex-presidente da Câmara de Oliveira do Hospital apelidou a Comissão Política de Secção de “bando de garotos” – Nuno Pereira não esquece que, depois daquela reunião, foi o próprio presidente da estrutura distrital que disse na comunicação social que “não reconhecia a Comissão Política de Secção de Oliveira do Hospital”.

“Cada um deve saber ocupar os lugares em que está e saber quando está a mais”

Desistindo de pedir a demissão de Pedro Machado – “pois cada um deve saber ocupar os lugares em que está e saber quando está a mais”, refere – Nuno Pereira exige apenas o cumprimento dos estatutos e não aceita ser “maltratado” nas reuniões, que deveriam ser um local “de liberdade e de expressão” e onde se respeitem “os colegas com opiniões diferentes”.

Note-se que a garantia do bom funcionamento da reunião sem o uso “daquelas expressões” integrava o leque de exigências da CPS, como condição para esta aceder ao repto de participar na reunião de 25 de Janeiro.

Por esclarecer ficou também a situação da conta bancária da CPS de Oliveira do Hospital que, desde a demissão de José Carlos Mendes, passou a ser gerida pela estrutura distrital.

Sem respostas, Nuno Pereira adianta em comunicado que o assunto já seguiu para o Conselho de Jurisdição.

O mau ambiente que paira entre as duas estruturas é ainda visível no facto de a Secção de Oliveira do Hospital não ter tido qualquer envolvimento nas eleições autárquicas e legislativas. “Mais, fomos impedidos de nomear os delegados para as eleições”, adianta Nuno Pereira no comunicado onde continua a reafirmar a disponibilidade para “discutir os problemas do concelho, do distrito e do país desde que de forma construtiva”.

“Continuaremos o nosso trabalho e cumpriremos com a palavra que demos aos eleitores, mesmo que outros não queiram que isso aconteça”, sustenta o presidente da Secção do PSD de Oliveira do Hospital, sublinhando que “nenhum membro da secção está agarrado ao poder”.

Porque preside a uma das maiores secções do país, Nuno Pereira disse ainda estar descontente com a “passividade” dos dirigentes máximos do partido por “andarem a negociar orçamentos, em vez de darem soluções para o país”.

O correiodabeiraserra.com tentou contactar o presidente da CPD do PSD para obter uma posição sobre o visível mal-estar que grassa entre as suas estruturas, mas Pedro Machado esteve incontactável durante a tarde.

Eleições para Comissão Política de Secção realizam-se na Primavera

As próximas eleições para a Comissão Política de Secção de Oliveira do Hospital devem acontecer no início do segundo trimestre de 2010.

O correiodabeiraserra.com sabe que Nuno Pereira não será candidato à presidência da estrutura. Mas, apesar de ainda não serem conhecidos os nomes dos futuros candidatos, este diário digital sabe que no circuito político se comenta que o ex-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, Mário Alves, poderá vir a entrar na corrida.

LEIA TAMBÉM

Incêndios adiam da tomada de posse do executivo da autarquia oliveirense

A catástrofe que se abateu sobre Oliveira do Hospital, com os incêndios, levou a uma …

Incêndio

Anda tudo a gozar connosco!!! Autor: Luís Lagos

Anda tudo a gozar connosco!!! Eu estou absolutamente farto!!! Fartinho!!! Haverá quem leia este post …