PSD de Tábua admite pedir à União Europeia para verificar tratamento de esgotos no concelho

O PSD de Tábua admitiu anteontem solicitar às “instâncias competentes” da União Europeia para intervirem relativamente aos problemas de funcionamento das estações de tratamento de águas residuais (ETAR) do concelho. No domínio do tratamento de esgotos, “Tábua vive em mentira permanente”, afirma em comunicado a Comissão Política Concelhia do PSD, liderada por Humberto Simões.

“Até à data, nada se fez para pôr em funcionamento as ETAR, continua o mau cheiro e a degradação ambiental no nosso concelho”, lamenta o partido, numa nota acompanhada de 18 fotografias com que procura demonstrar que as estações de tratamento de Touriz e Pinheiro de Coja “estão mesmo abandonadas e sem qualquer manutenção”, disse hoje Humberto Simões.

“A Região Hidrográfica do Centro ou o Ministério do Ambiente fazem ouvidos de mercador, falta saber o que pensa a Comunidade Europeia deste tipo de atentados ambientais. Teremos de os consultar já que por cá ninguém quer saber”, refere a estrutura social-democrata de Tábua. O presidente da Concelhia do PSD refere mesmo que se trata “de um crime público e uma das situações degradantes do concelho”, a exigir a intervenção dos ministérios do Ambiente e da Saúde. “Desengane-se quem pensa que alguma ETAR do nosso concelho funciona”, afirmou Humberto Simões.

O presidente da Câmara Municipal, Mário Loureiro, eleito pelo PS, negou parcialmente as acusações, mas realçou que a estação de tratamento de Pinheiro de Coja vai ser objecto de “substituição total”, um investimento de 1,5 milhões de euros que será concretizado pela autarquia ao abrigo de uma candidatura aos fundos europeus. Já a ETAR de Touriz, segundo Mário Loureiro que se recandidata à presidência do município, “está a funcionar normalmente”.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …