PSD e CDS/PP de Oliveira do Hospital solidários com vítimas da tragédia de Pedrogão Grande

O Partido Social Democrata de Oliveira do Hospital e o CDS/PP manifestaram–se ontem solidários com a tragédia que afectou Pedrogão Grande. Os centristas anunciaram que a nível distrital estão suspensas esta semana toda a actividade partidária e o PSD oliveirense apresentou via Facebook as condolências aos familiares das vítimas.

“PSD de Oliveira do Hospital, a sua equipa e o candidato João Paulo Albuquerque apresentam as mais sinceras e sentidas condolências aos familiares das vítimas do Pedrogão Grande e votos de bastante força para ultrapassar esta enorme tragédia. Assim como aos nossos bombeiros que lutam sem baixar os braços para parar esta destruição”, referem. O PSD nacional também cancelou a agenda partidária da semana.

Já os centristas explicam que  “a Comissão Política Distrital do CDS de Coimbra comunica que toda a actividade partidária estará suspensa durante a próxima semana, na sequência dos trágicos acontecimentos de Pedrógão Grande e em solidariedade com todas vítimas e suas famílias”. O candidato da coligação dos centristas à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital e presidente da distrital do CDS, Luís Lagos, escreve no seu Facebook: “Que dia triste para Portugal! Que tragédia!”.

“Hoje, não é dia de atacar ninguém. É demasiado fácil e injusto atacar o Governo, Protecção Civil, MAI, etc; pelo que aconteceu e está a acontecer. Hoje, é dia para estarmos juntos. Todos. Esta angústia e sensação de impotência tem de nos envergonhar a todos. Porque se há culpa, é de todos”, escreve, adiantando, porém, que é necessário retirar as devidas ilações desta tragédia. “Que este drama e sofrimento, que é colectivo e de todo o Portugal, sirva para de uma vez por todas começarmos a aplicar a lei, com agravamento de IMI, coimas, etc; e exigirmos todos que seja feito mais na limpeza da nossa floresta e na aplicação de medidas que impeçam o abandono do mundo rural. Só assim evitaremos chorar as vítimas de amanhã. Força aos bombeiros heróis que, hoje, lutam por todos e cada um de nós. Bem hajam”, conclui Luís Lagos.

LEIA TAMBÉM

GNR deteve suspeito de atear fogo florestal em Viseu

A GNR anunciou hoje a detenção de um homem, de 56 anos, suspeito de atear …

Fogo em duas localidades do concelho de Oliveira do Hospital já foi dominado

Situação em Góis “é preocupante” e pode agravar-se

O comandante operacional da Protecção Civil, Vítor Vaz Pinto, disse hoje que o incêndio de …