Qualidade de vida: Oliveira do Hospital subiu 16 lugares no estudo da UBI

A conclusão é do estudo do Observatório para o Desenvolvimento Económico e Social da Universidade da Beira Interior que analisou os 278 concelhos do continente, com base nas actualizações ao anuário de 2006 do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Intitulada “Indicador Sintético de Desenvolvimento Económico e Social ou de Bem-estar dos Municípios do Continente Português”, a análise estabelece ainda uma comparação com o estudo realizado há dois anos e, no caso concreto de Oliveira do Hospital, identifica uma variação positiva de 16 lugares.

Localizado na 138ª posição, o município oliveirense foi ultrapassado – no contexto dos concelhos vizinhos – por Nelas, Arganil e Gouveia que se localizam no ranking na 71ª, 116ª, 117ª posições. Surge contudo, melhor localizado comparativamente aos municípios de Seia e Tábua que ocupam as 216ª e 248ª posições.

De sublinhar que o concelho sede de distrito – Coimbra surge em 10º lugar – integra o grupo dos 30 melhores municípios em matéria de qualidade de vida, onde Lisboa ocupa o primeiro lugar.

Guarda antecipa-se a Viseu em apenas uma posição, situando-se ambos os municípios entre os 70 melhores, nas 67ª e 68ª posições.

Pela análise ao ranking, o estudo conclui que o país caminha a duas velocidades: uma, de nível europeu, a que correm os concelhos do litoral e do Algarve e outra a que se desloca a grande maioria dos concelhos do interior Norte, Centro e Alentejo de Portugal.

O estudo destaca também a má colocação dos principais municípios da Beira Interior com as excepções de Castelo Branco e Guarda que aparecem entre os 70 melhores do país.

LEIA TAMBÉM

Dominado fogo que hoje se reacendeu em Tábua

O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, que esteve em fase …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio de Tábua reacendeu-se e mobiliza centenas de bombeiros

O incêndio que ontem deflagrou em Tábua, está novamente activo. O reacendimento aconteceu ao início da tarde …