“Quando nós queremos não há impossíveis”

A exposição/palestra tinha como tema os trabalhos realizados pelos frequentadores do Curso de Educação e Formação para Adultos – Secundário de Técnico de CAD /CAM ministrado pela Eptoliva, que consistiram na reciclagem de alguns materiais. Dispostos à entrada para o auditório da Casa da Cultura, os trabalhos – reproduções de um ecoponto, banco de jardim, mesa, entre outros – davam o mote para o assunto em análise, não fosse a reciclagem uma forma de preservar o ambiente.

A pertinência dos trabalhos mereceu o elogio do presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que, também valorizou a capacidade dos alunos em responderem positivamente ao repto lançado pelos formadores que orientam o curso EFA. “Verificamos que quando nós queremos não há impossíveis”, considerou Mário Alves que já antes tinha referido que “o importante é colocar a inteligência ao serviço de comunidade”.

Aos formandos presentes na Casa da Cultura dirigiu palavras de estímulo, desafiando-os a não desistir. “O melhor é varrerem a palavra desistir da vossa memória e substituírem a palavra desistência pela insistência”, continuou o autarca, convidando os estudantes a pensar se são, ou não, capazes de criar o próprio espaço de trabalho.

Quando estava em causa uma palestra que tinha por base preocupações ambientais, Mário Alves voltou a insistir com a tese de que “a melhor política que há é a do exemplo”.

Ao mesmo tempo, sublinhou que para além dos cursos formais, desenvolvidos em sala de aula, importam também os conhecimentos adquiridos na vida em sociedade. “Se nós estivermos atentos, em cada dia que passa, há qualquer coisa nova que nos faz reflectir sobre qualquer tipo de contexto”, sublinhou.

LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …