Quatro incêndios ativos mobilizam cerca de 130 bombeiros

Quatro incêndios estavam hoje de manhã a queimar mato e a ser combatidos por quase 130 bombeiros, o mais grave dos quais em Carvalheda, em Aveiro, de acordo com informação divulgada pela Autoridade da Proteção Civil.

Segundo a página de Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil, o início do fogo em Vale de Cambra, concelho de Carvalheda, foi registado às 00:50 e tinha, às 07:25, três frentes ativas.
Àquela hora, o incêndio estava a ser combatido por 60 bombeiros e 18 veículos.

No concelho de Seia, estão dois incêndios a queimar zonas de mato, um em Baiol, outro em Loriga.
O maior deste fogos situa-se em Baiol, tem uma frente ativa e está a dar trabalho a 46 bombeiros e 14 veículos, estando já a lavrar há 11 horas.

Em Loriga, o fogo foi registado pela Proteção Civil às 22:50 de quarta-feira e hoje de manhã estavam 11 bombeiros e quatro veículos a combater uma frente.

Um quarto incêndio teve início cerca das 01:45 em Mondim de Basto, em Vila Real, e o seu combate está a ser feito por 12 bombeiros e sete veículos contra uma frente ativa.

lusa.pt

LEIA TAMBÉM

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …