Rádio Boa Nova quer aproveitar “janelas de oportunidade” (Veja Vídeo)

No dia em que comemorou 25 anos de emissões ininterruptas, a Rádio Boa Nova reafirmou, dia 26 de março, a sua continuidade no espaço da comunicação social local.

Reunido com toda a família da Rádio Boa Nova, Albino Rodrigues reiterou as intenções da equipa que integra e que consistem em dotar a rádio de uma lufada de “ar fresco”. “No meio da crise há janelas de oportunidade e nós queremos aproveitá-las”, afirmou o principal rosto do projeto radiofónico e que integra a equipa de colaboradores que, desde meados de março, assumiu a exploração comercial do projeto.

Sem deixar de lembrar as dificuldades por que a RBN tem passado – “é complicado sustentar e viabilizar um órgão de comunicação social do interior do país”, frisou – Albino Rodrigues alertou para a necessidade de “conjugação de esforços”, para que seja possível “manter uma rádio em direto”.

Para o dirigente da Rádio Boa Nova, a viabilidade do projeto passa necessariamente pelo apoio, em jeito de publicidade, do comércio, indústria, poder local e oliveirenses. “Vivemos com altos e baixos”, admitiu, destacando ainda o papel de escola desempenhado pela RBN durante os 25 anos da sua existência. O caso do jornalista desportivo Luís Baila é o mais emblemático.

Foi, exactamente a relação de amizade mantida com Luís Baila que proporcionou, no último sábado, a vinda do jornalista da RTP Carlos Daniel a Oliveira do Hospital. “Não me considero de Oliveira do Hospital, mas tenho ligação há 20 anos a este concelho, pela amizade a Luís Baila, jornalista que vos deve orgulhar”, começou por referir Carlos Daniel que, para além de partilhar as suas vivências nos mundos da rádio e televisão, felicitou a RBN em particular e o concelho em geral pelo facto de também contar com três jornais locais.

Numa cerimónia que também contou com o contributo de uma das maiores vozes da rádio em Portugal, Fernando Alves, o presidente da Câmara Municipal destacou a importância da RBN na sua função de levar o nome de Oliveira do Hospital aos “cantos do mundo”.

“Ela não se poderia extinguir porque tem um papel fundamental”, referiu José Carlos Alexandrino elogiando a capacidade dos que estão envolvidos no projeto e “não deixam cair a Rádio Boa Nova”.

Apreciando ainda a existência de três jornais locais “independentes e que não estão ao serviço do poder político”, o presidente oliveirense assegurou um tratamento igual para todos os órgãos disponíveis no concelho.

O papel de escola desempenhado pela RBN foi ainda referenciado por Alexandrino que também não hesitou em se referir a Albino Rodrigues como o “suporte da rádio”. “Foi um homem que no tempo das dificuldades nunca virou a cara à luta”, observou.

LEIA TAMBÉM

CDU reclama transporte público até Ervedal da Beira e acusa Câmara de se esquecer de obras importantes

Os elementos da CDU representados na União das Freguesias de Ervedal da Beira e Vila Franca …

Tábua inaugurou posto de carregamento de veículos eléctricos

A Câmara Municipal de Tábua inaugurou hoje o Posto de Carregamento de Veículos Eléctricos. O …