Rafael Dias substitui Luís Lagos na liderança da bancada do CDS/PP na AM de Oliveira do Hospital

A liderança da bancada do CDS/PP na Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital vai ser entregue ao presidente da Juventude Popular, Rafael Dias, ficando ainda por definir quem ocupará o segundo lugar. Esta decisão surge depois do eleito Luís Lagos se ter demitido das funções de eleito àquele órgão na sequência das críticas de que foi alvo, as quais o acusavam de se estar a aproveitar politicamente da Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre de Portugal. Os centristas lamentam a renúncia de Luís Lagos, um homem que consideram como “a figura mais importante da direita portuguesa nos últimos quatro anos” na Assembleia Municipal oliveirense.

“Infelizmente, a tragédia que se abateu sobre o município no funesto dia 15 de Outubro de 2017, levou à assunção de outras funções cívicas e associativas por parte do Dr. Luís Lagos, presidindo à Associação de Vítimas do Maior Incêndio de Sempre de Portugal, às quais decidiu dar primazia de forma abnegada. Lamentavelmente estas funções foram vistas por alguns actores políticos do concelho com desconfiança, merecendo-lhes mesmo ataques pessoais injustificáveis”, refere um comunicado da secção concelhia do partido. “O CDS-Partido Popular manifesta a sua solidariedade para com o Dr. Luís Lagos, desejando-lhe as maiores felicidades no desempenho do seu novo cargo cívico concelhio, pois o seu sucesso será, consecutivamente, o sucesso para todos nós, vítimas da tragédia que sobre nós se assolou”, sublinham.

Os centristas oliveirenses lamentam ainda a renúncia daquela que foi “a maior figura da direita democrática naquele órgão durante os últimos quatro anos, onde, em consonância com o CDS- Partido Popular, adoptou sempre uma postura crítica e construtiva, apresentando propostas concretas perante o executivo socialista que nos vem governando, contribuindo categoricamente para um clima de elevação democrática, indiferente a ataques pessoais, sempre com o desígnio de fazer mais e melhor em prol de todos os oliveirenses”. “Desta forma o CDS- Partido Popular continuará firme na defesa dos interesses dos munícipes de Oliveira do Hospital, na certeza de que somos a única alternativa credível ao executivo socialista que vai liderando erroneamente os caminhos do concelho. Somos novas gentes que querem inaugurar um tempo novo em Oliveira do Hospital. Nesse sentido, prometemos, desde já, não defraudar os 1088 eleitores que em nós confiaram o voto para defender os seus interesses, dando uma lufada de ar fresco à Assembleia Municipal, caracterizada pelo assombro de ideias”, rematam.

 

LEIA TAMBÉM

Município de Oliveira do Hospital vai vistoriar todas as Associações do concelho para evitar uma tragédia semelhante à que ocorreu em Vila Nova da Rainha

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital já constituiu uma comissão que irá analisar se …

Horário alargado no Carnaval para restaurantes e bares de Oliveira do Hospital

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital decidiu hoje conceder um alargamento do horário de …