Tábua: Utentes realizam vigília contra encerramento de urgências nocturnas em Tábua

 

A população do vizinho concelho de Tábua está preocupada com os “sinais de que o Governo se prepara para fazer uma nova tentativa para encerrar as urgências durante a noite” e, em jeito de protesto, já se decidiu pela realização de uma vigília à porta do Centro de Saúde local, pelas 18h00 do dia 19 de Fevereiro.

Organizada num movimento de utentes daquele Centro de Saúde, a população não aceita que os cuidados básicos de saúde sejam vistos apenas como “uma despesa”, mas antes como “um direito”. Recusa, por isso, a ideia de ter que se deslocar para a Unidade Básica de Arganil, correndo o risco de, depois, se ter que dirigir para Coimbra.

O movimento de utentes aponta ainda o dedo à quantia de 8, 40€ que cada pessoa é obrigada a pagar em Arganil, onde – como adianta em comunicado enviado ao correiodabeiraserrra.com – “não existem serviços de especialidade, nem lugares de estacionamento, nem acessos em condições”.

Sem deixar de sublinhar que a medida irá lesar toda população tabuense, o movimento de utentes lembra que o encerramento das urgências no período nocturno “afectará particularmente os mais idosos e desfavorecidos com dificuldades de deslocação”.

Recordando que “só a luta da população de Tábua conseguiu travar o encerramento em 2006”, o movimento de utentes apela à “união de todos os tabuenses” para se conseguir travar “esta nova tentativa”.

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …