Rio de Janeiro e São Paulo cancelam aumento de tarifas dos transportes

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, revogaram esta quarta feira o aumento das tarifas dos transportes públicos nas duas maiores cidades brasileiras, após duas semanas de manifestações.
O aumento de 0,20 reais (cerca de 0,07 euros), anunciado no início de junho, foi o principal motivo para ss manifestações que têm ocorrido nas últimas duas semanas por todo o país.
No Rio de Janeiro, Eduardo Paes salientou que a revogação será feita à custa da redução de investimentos em outras áreas.
De acordo com Paes, a diminuição no preço das passagens de autocarros, metro e comboios representará uma queda de 200 milhões de reais (68 milhões de euros) na receita do município, anualmente.
“Essa redução terá de ser arcada pelo Poder Público [governo], o que significa a escolha de prioridades, serão 200 milhões de reais a menos investidos em outras áreas da Prefeitura”, enfatizou.
Em São Paulo, o governador do estado, Geraldo Alckmin, e o prefeito Fernando Haddad também afirmaram que a diminuição irá onerar o orçamento do estado e da cidade, prejudicando os investimentos.
A suspensão do aumento ocorreu após uma reunião entre Haddad, a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula da Silva, realizada na terça-feira, em São Paulo.
Esta é a primeira vitória do Movimento Passe Livre (MPL), que desde 2005 protesta contra aumentos de tarifas, mas só recentemente conseguiu reunir multidões.
Na terça-feira, já tinha sido anunciado o recuo no aumento dos preços dos transportes públicos nas capitais Cuiabá (estado de Mato Grosso), Porto Alegre (Rio Grande do Sul), João Pessoa (Paraíba), Recife (Pernambuco), Vitória (Espírito Santo) e Manaus (Amazonas), além de outros municípios de menor dimensão.

In expresso.pt

LEIA TAMBÉM

Denuncia do grupo do empresário Fernando Tavares Pereira coloca IMT sob investigação do DIAP

Duas empresas do grupo Tavfer, do empresário Fernando Tavares Pereira, a CIMA – Centro de …

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …