Com a chegada das chuvas, chegam também as descargas de efluentes industriais, que continuam impunemente a ser feitas nos rios.

Rio Seia cheio de espuma branca

Imagem vazia padrãoA imagem, recolhida no final da manhã pelo diário online do Correio da Beira Serra, ilustra mais um crime ambiental com autor desconhecido.

Em causa, está novamente o rio Seia – junto à quinta da Baleia – que, segundo a fonte que alertou este diário digital, tem sido alvo de descargas “praticamente todos os meses”.

O correiodabeiraserra.com apurou que esta situação já foi denunciada junto de diversas autoridades, mas sem qualquer êxito.

LEIA TAMBÉM

Dominado fogo que hoje se reacendeu em Tábua

O incêndio florestal que deflagrou na terça-feira no concelho de Tábua, que esteve em fase …

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Incêndio de Tábua reacendeu-se e mobiliza centenas de bombeiros

O incêndio que ontem deflagrou em Tábua, está novamente activo. O reacendimento aconteceu ao início da tarde …