Pela quarta vez consecutiva, José Francisco Rolo está disponível para liderar a Comissão Política Concelhia do Partido Socialista.

Rolo volta à corrida pela liderança do PS oliveirense

 

As eleições acontecem a 16 de junho e no horizonte do recandidato estão as autárquicas de 2013, na certeza de que o partido quer voltar a poder contar com José Carlos Alexandrino e António Lopes.

União entre os socialistas e abertura do partido aos independentes são dois dos chavões que marcam a recandidatura de José Francisco Rolo à Comissão Política Concelhia do PS de Oliveira do Hospital, de que é presidente desde abril de 2006.

As eleições internas concelhias e distritais do Partido Socialista estão marcadas para 16 de junho, e o atual líder do PS oliveirense já dá como confirmada a sua recandidatura à presidência daquela estrutura.

“Feito um balanço do trabalho realizado nos últimos dois anos, entendi que estavam reunidas as condições para ser recandidato ao mandato que se vai iniciar em junho de 2012 até 2014”, afirmou o socialista ao correiodabeiraserra.com, notando que a sua recandidatura colhe o consenso da estrutura que reuniu no final de abril, prevendo por isso que o seu nome surja no topo de uma lista única.

“Já várias pessoas me disponibilizaram o apoio pessoal e político. Leva-me a entender que não haverá lista concorrente”, referiu, notando que de uma maneira ou de outra, fará o seu percurso tal como tem feito até aqui, na base da “abertura e do diálogo”.

Ao lado de José Francisco Rolo na corrida pela estrutura oliveirense mantém-se Carlos Maia, líder da bancada socialista na Assembleia Municipal e a quem o candidato reconhece “muita experiência autárquica”. Rolo admite porém que a futura equipa vá primar por um “natural rejuvenescimento”. Tal como já aconteceu em anos anteriores, Pedro Campos será mandatário da candidatura de Rolo ao PS oliveirense.

Ainda que de olhos postos nas eleições de 16 de junho, José Francisco Rolo – apoiante de Mário Ruivo nas eleições para a federação distrital do PS – verifica que desafio maior que tem pela frente são as eleições autárquicas que se avizinham a passos largos.

“O grande desafio e a grande carga de trabalhos da próxima Comissão Política vai ser preparar, organizar e conduzir o próximo processo eleitoral autárquico”, admite o socialista que pela frente terá todo o processo que envolve a escolha de candidatos e de equipas nas freguesias.

O que não vai dar muito que pensar ao futuro líder do PS oliveirense é nome dos candidatos à Câmara e Assembleia Municipal, porque para José Francisco Rolo, não há qualquer dúvida de que o PS quer continuar a contar com José Carlos Alexandrino e António Lopes na presidência daqueles lugares, respetivamente.

“Será meu propósito pessoal e da Comissão Política renovar o convite a ambos para que continuem a fazer o trabalho de qualidade e de democracia e a colocar as suas capacidades e inteligência ao serviço do concelho” disse, sem qualquer hesitação, o socialista que no percurso que está a preparar, quer continuar a promover o “envolvimento de militantes” e a “grande abertura do partido ao concelho e a setores independentes”.

LEIA TAMBÉM

Oliveirense Paulo Campos entre ex-governantes de Sócrates sob escuta e pode vir a ser constituído arguido

O processo que investiga Parcerias Público-Privadas Rodoviárias, ao fim de sete anos, está na recta final …

Rui Rio chocado com o que encontrou no Centro de Saúde de Oliveira do Hospital

O líder do PSD ficou estupefacto com o estado que encontrou no Centro de Saúde …