Romana será principal atracção na festa de passagem de ano promovida pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital

Oliveira do Hospital vai ter este ano uma festa de passagem de ano promovida pela autarquia que terá como atracção principal a cantora Romana e contará com a animação do agrupamento musical AF. O palco será a central de camionagem. O anúncio foi feito ontem pelo presidente do município, José Carlos Alexandrino, para quem  “a cidade não pode estar na moda, sem uma festa de passagem ano que a torne ainda mais atractiva”.

“Oliveira do Hospital está na moda e vai ter uma festa de passagem de ano a condizer”, frisou José Carlos Alexandrino, explicando que a escolha da central de camionagem como palco permitirá precaver-se contra a eventualidade de existirem condições atmosféricas adversas. Ao mesmo tempo, vão procurar colocar por lá os bares da cidade que pretendam aderir a uma festa que Alexandrino pretende marcante. “Ainda pensamos em contratar Daniela Mercury, Fafá de Belém ou Ivete Sangalo (cantoras brasileiras), mas há restrições orçamentais e o dinheiro público é para ser bem gerido. Ficámos com a portuguesa Romana”, explicou o autarca para justificar a necessidade do evento. E para procurar demonstrar os benefícios que este acontecimento pode trazer para o concelho evocou o êxito obtido na cidade da Guarda pelo autarca Álvaro Amaro com um acontecimento do género. “Chegaram a dizer que foi a melhor coisa que ele fez”, atirou.

A passagem de ano servirá também para dar a conhecer o programa da EXPOH de 2017 que, segundo o executivo, já se encontra completo. Ontem, José Carlos Alexandrino limitou-se a confirmar a já anunciada presença do grupo de rock português Xutos & Pontapés, deixando o restante para a noite do último dia de 2016. “Trabalhamos com tempo e na festa de passagem de ano já estará exposto um cartaz com o programa completo. Trabalhamos com tempo e esse será um grande projecto. Alguns irão dizer que é por ser ano de eleições, mas esta é apenas a nossa forma de trabalhar e divulgar Oliveira do Hospital”, referiu José Carlos Alexandrino que não se mostra preocupado com essa provável conotação.

“Vamos aproveitar o Natal para dinamizar o comércio local” e Cartaz da EXPOH 2017 divulgado na passagem de ano

Para as épocas de Natal e passagem de ano, o executivo aprovou também ontem um alargamento de meia hora a uma hora no funcionamento dos estabelecimentos comerciais, ao mesmo tempo que ampliou o valor dos prémios em forma de vales de compras a atribuir no sorteio de Natal, uma iniciativa aberta a todos aqueles que adquirirem produtos nos mais de 180 estabelecimentos comerciais aderentes do concelho (recebendo senhas em função das compras efectuadas que posteriormente entram num sorteio). No total, esta parceria com a Agência para do Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital (ADI) irá distribuir vales de compras que superam os dois mil euros, com o primeiro contemplado a arrecadar 500 euros.

“Vamos aproveitar o Natal para dinamizar o comércio local”, sublinhou o líder do executivo oliveirense, adiantando ainda que este ano a iluminação alusiva à quadra na cidade foi elaborada pelos próprios serviços municipais, o que permitiu “uma poupança considerável”. “E Deixem-me dizer-lhes que a cidade está bonita. Já foi tempo em que outros gastavam muito dinheiro neste tipo de decoração”, atirou numa alegada alusão ao tempo em que autarquia era liderada pelos sociais-democratas.

Foto: página do facebook da cantora

LEIA TAMBÉM

Penalva de Alva em festa no fim-de-semana e Tuna Recreativa Penalvense volta a actuar seis meses depois

As tradicionais Festas de Verão em Penalva de Alva regressam este fim-de-semana. A edição deste …

Requalificação da EN 17 arrancou hoje, sete meses depois de adjudicada, e publicidade a visita de Alexandrino merece criticas de Luís Lagos

O Presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, visitou esta manhã …

  • António Augusto

    Uma moda “pimba”. Não se consegue nada melhor?

  • António Lopes

    Está na “moda” e de que maneira..! Tem que se “justificar” o investimento no mercado e central de camionagem.E como não se consegue dar vida aquilo, há que o que se sabe…Mais uma festa…! Pimba.As finanças não me largam para alguma coisa tem que servir..! Era para vir a Daniela Mwrcury…mas da outra vez que a contratram lá para a Cordinha a coisa deu para o torto e deixou más recordações…Parece que ainda há quem esteja a arder…Para nao ser só eu… Mas, como desta vez pagávamos nós todos,era um sucesso…! Nem percebo como não veio…Para dar um ar de “contenção”..! Há que tenha memória curta e pense que são todos assim. Festa… com certeza. De preferência da rija.

  • Ri Ndo

    A Câmara continua a substituir-se na organizaçao de festas que deveriam ser os privados a fazer. Assim é mais facil porque pagam todos os Municipes os que irão e a sua maioria que ficará em casa!
    Com tanta coisa a fazer “pelas Pessoas” do concelho e que não feitas!