Rosa Mota apadrinha reflorestação da devastação dos incêndios de Outubro e planta castanheiro com o seu nome em Folgosinho

A ex-campeã olímpica Rosa Mota esteve fim-de-semana em Folgosinho, distrito da Guarda, para apadrinhar as iniciativas de reflorestação e o Free Trail Solidário Renascer Folgosinho que decorreu este domingo, com o objectivo de devolver a paisagem verde, àquela aldeia, conta a Rádio Renanscença. A iniciativa, que uniu na constituição de uma associação local, a Folgonatur, já permitiu, entre Novembro e Fevereiro, plantar perto de 20 mil árvores.Uma delas foi plantada por Rosa Mota, mais precisamente, um castanheiro, em Folgosinho, localidade que perdeu mais de dois mil hectares de vegetação nos incêndios de Outubro. “Foi um convite simpático e honroso que me fizeram para plantar árvores e apadrinhar o trail. Temos a noção através da televisão e jornais, mas outra coisa é estar aqui e ver a natureza tão linda toda destruída, é uma tristeza, e com a ajuda de todos não custa nada”, afirmou à Rádio Renascença a ex-atleta enquanto plantava o castanheiro, baptizado com o seu nome. “Vai ser o castanheiro da Rosa Mota, a primeira castanha é para mim”, sorri.

Um dos responsáveis daquela associação, António Tadeu Esteves, referiu que desde a fundação já foram plantadas entre 18 a 20 mil árvores. O presidente da junta de Folgosinho, Fernando Henriques, recusa cruzar os braços. “Temos que pôr isto como dantes. Com estas iniciativas das pessoas de Folgosinho, a junta está muito agradecida. Que seja pelos nossos vindouros”, considera o autarca local.

Daniel Paiva é um dos jovens que está na organização do Free Trail Solidário ‘Renascer Folgosinho e conta que as inscrições esgotaram num instante. “É um evento que já teve outras edições pelos Galhardos Runners, mas decidimos fazer um evento solidário maior com mais de 350 pessoas, (e já esgotado), em que as convidamos a entregar um donativo que será destinado à Folgonatur”, explica.

Foto Liliana Carona/Renascença

 

LEIA TAMBÉM

Corte de árvores causa um morto em Freches, Trancoso, e outros feridos na região Centro

Um homem morreu hoje, na localidade de Freches, no concelho de Trancoso, depois de ser …

Autarca de Oliveira do Hospital tem muitas dúvidas sobre a capacidade de se fazer cumprir lei de limpeza da floresta

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital acredita que nenhum concelho vai conseguir …