Sampaense derrota FC Porto

Se na partida anterior se disputou a Taça de Portugal, desta vez foi em jornada cruzada que as duas equipas se defrontaram. Quando na altura se jogou a presença na final a 8 da Taça de Portugal, a equipa beirã foi ao norte sofrer a maior derrota do historial do clube.

Desta vez, em jogo de campeonato, a história teria de ser bem diferente, não só para conseguir uma vitória preciosa na conquista do primeiro lugar da fase regular, mas também para repor alguma verdade no resultado verificado anteriormente. O Sampaense foi a Matosinhos jogar também pela sua reputação e salvaguardar a qualidade do seu plantel. As bancadas estavam bem compostas quando o jogo se iniciou. Os adeptos azuis e brancos viram o jogo começar com superioridade dos visitantes.

Com a lição bem estudada, os comandados de Emanuel Seco cumpriam sem mácula as indicações do seu treinador, mantendo sempre uma postura de seriedade e humildade perante o jogo. Com esta atitude foi o Sampaense que foi para intervalo a vencer por 10 pontos, frente a um Porto que não conseguia atacar com a oposição “zona” montada e executada pela formação da Proliga.

Na segunda parte todos esperavam uma reacção definitiva por parte da equipa da casa, mas foi o Sampaense que manteve o domínio do jogo. Embora o Porto tivesse ganho no parcial do último período, não foi suficiente para vencer a equipa do interior que se mostrou personalizada e convicta até ao minuto final.

Foi sem dúvida um jogo muito bem conseguido pela equipa do Sampaense que conseguiu uma vitória muito especial. Além da conquista de 2 preciosos pontos na tabela classificativa, conseguiu na casa do seu adversário mostrar o valor do seu colectivo e da sua estrutura técnica e directiva.

Os jogadores estiveram serenos durante os 40 minutos de jogo e assim se mantiveram quando festejaram uma saborosa conquista frente a uma equipa com outros argumentos e de outra Liga. A

pós esta vitória o Sampaense vai defrontar para a semana em jornada dupla os seus mais directos opositores na Proliga, recebendo o Queluz (3ºclassificado) no sábado e no domingo deslocando-se a Ílhavo para jogar frente ao Illiabum (1º classificado).

PNV

LEIA TAMBÉM

O Bava da Bola

Um tal Bava, Zeinal de primeiro nome, foi presidente executivo durante anos da PT. Em …

Aquela máquina…

Dois golos de Cristiano Ronaldo e um de André Silva asseguraram a vitória de Portugal …