Sampaense perdeu frente à Ovarense

Depois de três semanas de paragem, a Ovarense voltou a competir e conquistou um importante triunfo em S. Paio de Gramaços (79-69). Um resultado que mantém os vareiros na luta por um lugar no playoff, numa clara afirmação de que a formação de Ovar continua a ser uma das pretendentes a marcar presença na próxima fase da competição. A prestação da equipa de Ovar (32 pontos marcados) no último período foi determinante para a reviravolta no marcador.

As duas equipas equivaleram-se durante o 1º período, empate a 19 pontos, mas seria a formação da casa a chegar em vantagem ao intervalo (36-29).

O descanso não fez alterar o rumo do jogo, com os comandados de José Calabote a manterem-se no comando do marcador, por uma vantagem quase inalterável (53-47) no final dos primeiros 10 minutos da etapa complementar.

No derradeiro quarto, um triplo de Miranda logo a abrir o período, colocava os forasteiros mais próximos no marcador. E seria com mais um lançamento de longa distância, desta vez da autoria de Fernando Neves (58-57), que a Ovarense passaria para o comando do marcador. Era o inicio de um parcial de 8-0 (63-57), que embalou em definitivo a Ovarense para a vitória neste jogo. Os triplos foram decisivos nesta fase do jogo, já que seria novo triplo de Miranda (70-60), a pouco mais de um minuto do final, que colocaria um ponto final no encontro.

O extremo, Fernando Neves (28 pontos, 3 ressaltos e 2 assistências), esteve com a mão quente (6/10 – 3 pontos), tendo sido bem secundado por Miguel Miranda (15 pontos, 5 ressaltos e 5 roubos de bola), neste importante sucesso da Ovarense.

Apesar de ter dominado a luta das tabelas (34-24), e ter estado melhor nos lançamentos de curta e média distância, o Sampaense não foi capaz de segurar a vantagem pontual que tinha à entrada do último período. De nada valeu ter contado com o MVP do jogo, com 34.5 de valorização, o norte-americano Chris Dowe, autor de 23 pontos, 12 ressaltos, 4 assistências, 2 roubos de bola e 2 desarmes de lançamento.

fpb.pt

LEIA TAMBÉM

Detidos incendiários em Viseu, Vouzela e Tondela

A Polícia Judiciária deteve um homem, de 41 anos, casado, servente de pedreiro, pela presumível …

IMT vai recorrer de decisão que declarou ilegal fecho de centro de inspecção automóvel de Seia

O Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT) anunciou que vai recorrer das decisões judiciais que …