Sampaense perdeu contra o Porto Dragon Force

Sampaense qualifica-se para a meia final do playoff

Foi no prolongamento, empate a 64 pontos no final do tempo regulamentar, que o Sampaense garantiu a presença na 2ª ronda dos playoff da LPB, ao bater o Algés no 4º jogo da série (3-1) por 81-79. O conjunto de S. Paio de Gramaços defronta agora na meia final o campeão em título, SL Benfica, enquanto que na outra meia-final, Vitória e Lusitânia vão medir forças para marcarem presença na final do playoff.

As duas equipas voltaram a proporcionar um emotivo jogo de basquetebol, como muita incerteza quanto ao vencedor, e apenas decidida no tempo extra e nos instantes finais do prolongamento.

Durante os primeiros 30 minutos foi a equipa visitante quase sempre a liderar o encontro, ainda que sempre por curtas vantagens, nunca superiores a oito pontos (44-36). Mas com o Algés a conseguir sempre correr atrás do prejuízo, conseguindo empatar o encontro no final do 3º período a 49 pontos com um triplo de Pedro Rocha.

Nos 10 minutos finais, o Algés mais vezes perto do triunfo, já liderou durante mais tempo, se bem que os visitantes tenham recuperado o comando do marcador a menos de 3 minutos do final (58-57). Novo triplo de Henrique Piedade voltava a colocar o Algés na frente, situação que se mantinha a 4 segundos do final quando vencia por 63-60.

Uma falta assinalada em ato de lançamento colocou Chris Dowe na linha de lance-livre com a possibilidade de empatar o jogo. O norte-americano não tremeu e o jogo foi mesmo para prolongamento.

Os cinco minutos extra foram fantásticos, com as duas equipas a revelarem uma enorme eficácia, os triplos sucediam-se nas duas tabelas, as alternâncias no comando eram constantes, mantendo em suspense todos aqueles que acompanhavam o jogo. Nos momentos finais, o jogo acabou por cair para o lado do Sampaense, mérito na forma agressiva como atacou a zona do Algés em drible, isto sem que os algesinos tenham tido a oportunidade de poder alterar o desfecho do jogo.

O atleta Diogo Gonçalves (22 pontos e 3 ressaltos) foi melhor marcador do Sampaense, com alguns dos pontos anotados a surgirem em momentos cruciais do jogo. O norte-americano Jovonni Shuler (21 pontos, 8 ressaltos, 2 assistências e 2 roubos de bola) fez mais um jogo muito completo, tal como o seu compatriota Chris Dowe (17 pontos, 7 ressaltos, 5 roubos de bola e 3 assistências). Eki Viana (15 pontos e 12 ressaltos) continua a ser a alma desta equipa e protagonizou mais uma bela exibição, tendo sido importante no dois lados do campo.

O poste Josimar Cardoso, com 19 pontos foi o melhor marcador do Algés, seguido depois pelo jovem base Diogo Ventura (14 pontos, 2 ressaltos e 2 assistências) que esteve em muito bom plano. João Santos ficou a um ponto de um duplo-duplo (9 pontos e 12 ressaltos), num jogo em que os algesinos estiveram pouco eficazes nos lançamentos de curta e média distância (11/31 – 35%). A equipa do Algés esteve muito próxima de forçar o quinto e decisivo jogo da série, que caso tivesse acontecido seria um justo reconhecimento do trabalho da equipa.

fpb.pt

LEIA TAMBÉM

MP arquiva queixa da BLC3 contra CBS e PJ continua a investigar participação criminal de António Lopes contra aquela associação

O Ministério Público (MP) determinou o arquivamento (despacho de arquivamento na integra) da queixa apresentada …

Vivó Mundial de 1966 !!! E a seguir o de 2006 !!! Autor: João Dinis, Jano

E “prognósticos só no fim do jogo”… Sim, já somos daqueles que viram as fases …