Secretário de Estado das Comunidades lança primeira pedra de novo equipamento social em Penalva de Alva

 

O Centro de Desenvolvimento Sócio-Cultural de Penalva de Alva prepara-se para dotar a freguesia e concelho de um complexo de cariz recreativo, cultural e social, com um programa funcional vasto “que se pretende abrangente, integrado e integrador e auto-sustentável”.

O arranque da nova resposta social está marcado para o próximo sábado, 6 de agosto, pelas 15h30, altura em que será lançada a primeira pedra do futuro equipamento que, numa primeira fase, se vai resumir ao designado Centro Recreativo Inter-geracional.

O ato simbólico que será antecipado pela apresentação pormenorizada do novo projeto social no edifício da Junta de Freguesia de Penalva de Alva, vai contar, entre outros, com a presença do secretário de Estado das Comunidades, José Cesário.

Na prática, o edifício, que deverá ficar concluído durante a primavera de 2012, pretende ser a nova sede da IPSS que, desde 2004, exerce a sua atividade num edifício reconstruído para o efeito, mas que começava a apresentar algumas carências ao nível daquilo que é exigido por lei.

Paralelamente, e de olhos postos numa ambição maior que passa por dotar o Centro de Desenvolvimento Sócio Cultural de Penalva de Alva com a valência de lar de idosos, a direção liderada por José António Madeira Dias pretende com a obra, que tem arranque simbólico agendado para o próximo sábado, dotar a instituição de condições adequadas para a valência de centro de dia, com capacidade para 30 utentes.

Entendida como a primeira fase do projeto – “o lar será sempre a última fase”, referiu Madeira Dias – a obra que arranca no próximo sábado tem um custo associado de 540 mil Euros, com financiamento assegurado na ordem dos 265 mil euros por parte do Programa de Equipamentos da Direção Geral do Ordenamento do Território e Desenvolvimento Urbano.

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital também se comprometeu com apoio financeiro.

Atualmente, a prestar apoio às freguesias de Penalva de Alva e São Gião nas valências de Apoio Domiciliário (25), ATL (14) e Componente da Apoio à Família (12), o Centro de Desenvolvimento Sócio-Cultural de Penalva de Alva pretende dar resposta àquilo que é entendido como uma lacuna sentida pela população do Vale do Alva, nomeadamente no que respeita ao apoio direcionado a idosos.

Ainda que reconheça a existência de lares de idosos nas proximidades, José António Madeira Dias lembra que em todos persiste o problema da escassez de vagas. Uma realidade de que garante estar a par, pela sua condição de médico ortopedista.

O novo espaço vai ser construído em terreno – uma parte foi doada por populares e outra adquirida pela IPSS – localizado junto à principal artéria que atravessa a sede de freguesia, na direção da localidade das Caldas de S. Paulo.

LEIA TAMBÉM

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …

LMAN promove “peregrinação” ao Santuário de Nossa senhora das Preces em Vale de Maceira

A Liga de Melhoramentos Desporto e Cultura de Aldeia de Nogueira (LMAN) vai realizar no …