Seia: Câmara Municipal destina 320 mil euros à Educação

A área da Educação vai custar cerca de 320 mil euros à autarquia presidida por Filipe Camelo.

O investimento destina-se a minimizar as dificuldades económicas de algumas famílias, ao mesmo tempo que dá cumprimento às competências inerentes à Câmara na área da educação.

Destaque-se, no primeiro caso, o subsídio de transporte escolar atribuído a 48 alunos dos estabelecimentos de ensino profissional e secundário.

Em matéria daquilo que são as competências da câmara na área da educação, evidenciam-se os serviços de transportes escolares, fornecimento de refeições e prolongamento de horário no 1º ciclo e Jardins-de-Infância, para além da aquisição de material escolar para crianças do 1º ciclo, apetrechamento dos estabelecimentos de ensino, fornecimento de material didáctico e encargos com pessoal contratado.

O investimento mais significativo, cerca de 160 mil euros, destina-se ao serviço de refeitório escolar que abrange 1360 alunos das escolas do 1º ciclo e jardins-de-infância, o qual é assegurado com recurso a acordos de colaboração estabelecidos com Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho.

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …