Seia: Secretário de Estado da Protecção Civil garante permanência de meios aéreos de combate a incêndios no Aeródromo Municipal

A garantia foi dada, ontem, pelo Secretário de Estado da Protecção Civil, Vasco Franco, após uma reunião ocorrida em Seia entre o Secretário de Estado da Protecção Civil e os Presidentes da Autoridade Nacional de Protecção Civil, Câmara Municipal e Conselho de Administração da Empresa de Meios Aéreos.

A deslocação do governante ao vizinho município de Seia resultou do compromisso assumido em Janeiro de efectuar uma visita ao aeródromo, para analisar as condições de operacionalidade do equipamento, numa altura em que se temia que a valorização do aeródromo de Ponte de Sôr, condicionasse a colocação de equipamentos no aeródromo concelhio.

Em nota de imprensa enviada ao correiodabeiraserra.com, a Câmara Municipal de Seia considera que o “governo foi sensível ao conjunto de argumentos apresentados pela Câmara Municipal, nomeadamente no que concerne às mais-valias da pista e condições de aterragem”.

Satisfeito com o anúncio do governante, o município pretende dar um novo impulso ao Plano de Desenvolvimento do Aeródromo Municipal. Sublinhe-se que as obras de beneficiação a realizar foram objecto de uma candidatura apresentada ao QREN, para a construção de um edifício e de uma aerogare, tendo sido aprovada uma comparticipação de 75 por cento dos 800 mil euros que o investimento representa.

A intervenção permitirá a criação e instalação do Centro Municipal de Operações de Socorro (CMOS), ficando assim dotado o aeródromo de componente logística para os Bombeiros e a Protecção Civil.

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …