Serra da Estrela: Movimento de apoio à construção de IC6,7 e 37 vai constituir-se em associação juridicamente reconhecida

A decisão resultou de uma reunião realizada recentemente em Seia, contando para já, como membros fundadores, com Pedro Manuel Conde, de Seia; Mário Jorge Branquinho, de Seia; Fernando Tavares Pereira, de Carregal do Sal; Jorge Patrão, de Covilhã; Eduardo Brito, de Seia; João Antas de Barros, de Viseu; Artur Abreu, de Oliveira do Hospital; Francisco Rodrigues, de Oliveira do Hospital; Manuel Marques, de Nelas e João Paulo Agra, de Gouveia.

A Associação, cujos estatutos já estão elaborados, chamar-se-á Movimento de Apoio à Construção dos Itinerários da Serra da Estrela (MAIS) e tem por objectivo “desenvolver mecanismos com vista à execução dos itinerários Complementares – IC6, IC7 e IC 37 – na região da Serra da Estrela e extinguir-se-á quando estas obras forem executadas”.

O MAIS é um “movimento extrapartidário constituído por personalidades dos concelhos da região”, refere uma nota de imprensa enviada ao DIÁRIO AS BEIRAS.

A associação revela-se solidária com as populações da Serra da Estrela que reclamam, “por direito próprio, há cerca de 30 anos a construção de vias de comunicação”. O movimento criou um blogue e tem a correr uma petição online, que já ultrapassou as 2.600 assinaturas.

In Diário As Beiras

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …