Numa intervenção dirigida ao presidente da Assembleia de Freguesia de Oliveira do Hospital, o eleito socialista Rui Dias – em reunião de 22 de Abril – denunciou episódios alegadamente ocorridos no âmbito das eleições internas para a Comissão Política Concelhia do PSD, ...

Socialista reprova política do “vota em mim que eu dou-te mais…”

Imagem vazia padrãoreferenciando em concreto “as promessas eleitorais visando apenas e só a angariação de votos para a lista” onde – como refere – “pontuavam vários elementos desta Junta e desta Assembleia”.

Conforme nota de imprensa enviada ao Correio da Beira Serra, o eleito socialista naquele órgão autárquico apontou o dedo “a promessas de obras à porta de casa, aos subsídios para Instituições, ao alcatroamento ou pavimentação de caminhos ou estradas, à colocação de postes de electricidade, um ou outro emprego etc., etc., etc.” “Tudo valeu” sublinha Rui Dias, constatando que “é desta forma absurda que a Freguesia vai sendo gerida”, fazendo referência a “um conjunto de promessas do tipo “vota em mim que eu dou-te mais…..”, bem ao jeito e à forma dos velhos caciques do antigo regime”. Com uma intervenção marcada pela crítica, Rui Dias garantiu não ser rever na política protagonizada pelos eleitos sociais-democratas, por entender que “um poder executivo tem a obrigação de fazer mais e muito melhor”.

Socialistas não aprovaram contas

Na mesma reunião de Assembleia de Freguesia, a dupla socialista – Rui Dias e António Faria da Cunha – votou contra as contas de 2007 apresentadas pelo executivo autárquico, sensibilizando também para que “num futuro próximo” os eleitos PSD repensem a forma de apresentar a documentação para fiscalização dos eleitos na Assembleia de Freguesia. É que – como sustentam em nota de imprensa – “não foram apresentados ou dada a possibilidade de ver dossiês para se verificarem documentos”.

Rui Dias e António Faria da Cunha viram ainda chumbada a proposta de voto de congratulação pelo co-financiamento pelo Governo ao futuro Centro de Actividades Ocupacionais da ARCIAL, através do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES), e por a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, bem como a intervenção de António Campos. Voto contra foi também a posição dos eleitos PSD relativamente à proposta dos dois socialistas para a subscrição do protocolo ANAFRE/SEF. Dias e Faria da Cunha não deixaram contudo de se manifestar contra o facto de a Junta de Freguesia não ter efectuado o Protocolo da ANAFRE para a campanha IRS 2007, não disponibilizando aos cidadãos os mecanismos necessários.

LEIA TAMBÉM

Nova liderança da JSD de Oliveira do Hospital quer colocar problemas dos jovens na agenda política local

Virgílio Salvador, de 26 anos, foi eleito no domingo presidente da Juventude Social Democrata de …

«Castração» política em Oliveira do Hospital. Autor: João Cruz

Passados 44 anos após o 25 de Abril de 1974, vive-se hoje em Oliveira do …