Numa intervenção dirigida ao presidente da Assembleia de Freguesia de Oliveira do Hospital, o eleito socialista Rui Dias – em reunião de 22 de Abril – denunciou episódios alegadamente ocorridos no âmbito das eleições internas para a Comissão Política Concelhia do PSD, ...

Socialista reprova política do “vota em mim que eu dou-te mais…”

Imagem vazia padrãoreferenciando em concreto “as promessas eleitorais visando apenas e só a angariação de votos para a lista” onde – como refere – “pontuavam vários elementos desta Junta e desta Assembleia”.

Conforme nota de imprensa enviada ao Correio da Beira Serra, o eleito socialista naquele órgão autárquico apontou o dedo “a promessas de obras à porta de casa, aos subsídios para Instituições, ao alcatroamento ou pavimentação de caminhos ou estradas, à colocação de postes de electricidade, um ou outro emprego etc., etc., etc.” “Tudo valeu” sublinha Rui Dias, constatando que “é desta forma absurda que a Freguesia vai sendo gerida”, fazendo referência a “um conjunto de promessas do tipo “vota em mim que eu dou-te mais…..”, bem ao jeito e à forma dos velhos caciques do antigo regime”. Com uma intervenção marcada pela crítica, Rui Dias garantiu não ser rever na política protagonizada pelos eleitos sociais-democratas, por entender que “um poder executivo tem a obrigação de fazer mais e muito melhor”.

Socialistas não aprovaram contas

Na mesma reunião de Assembleia de Freguesia, a dupla socialista – Rui Dias e António Faria da Cunha – votou contra as contas de 2007 apresentadas pelo executivo autárquico, sensibilizando também para que “num futuro próximo” os eleitos PSD repensem a forma de apresentar a documentação para fiscalização dos eleitos na Assembleia de Freguesia. É que – como sustentam em nota de imprensa – “não foram apresentados ou dada a possibilidade de ver dossiês para se verificarem documentos”.

Rui Dias e António Faria da Cunha viram ainda chumbada a proposta de voto de congratulação pelo co-financiamento pelo Governo ao futuro Centro de Actividades Ocupacionais da ARCIAL, através do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES), e por a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, bem como a intervenção de António Campos. Voto contra foi também a posição dos eleitos PSD relativamente à proposta dos dois socialistas para a subscrição do protocolo ANAFRE/SEF. Dias e Faria da Cunha não deixaram contudo de se manifestar contra o facto de a Junta de Freguesia não ter efectuado o Protocolo da ANAFRE para a campanha IRS 2007, não disponibilizando aos cidadãos os mecanismos necessários.

LEIA TAMBÉM

Líder parlamentar do PSD questiona António Costa sobre a reconstrução das casas afectadas pelos incêndios.

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, pediu ontem explicações ao primeiro-ministro sobre o reduzido número …

Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital garante verba ainda desconhecida para reconstrução das segundas habitações depois de questionado pelo vereador do PSD

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, José Carlos Alexandrino, disse hoje que …