Socialistas desafiam Câmara a criar Gabinete de Inserção Profissional

… as pessoas desempregadas.

Em nota de imprensa enviada ao correiodabeiraserra.com, os socialistas consideram que o concelho tem condições para acolher a estrutura proposta, numa altura em que das 400 novas estruturas que vão ser criadas a nível nacional, 60 vão ficar instaladas na região Centro.

“O PS entende que a Câmara Municipal ou a EPTOLIVA, isoladamente ou em parceria com outras entidades – por exemplo com a associação empresarial NDEIB – tem condições e a obrigação de se candidatar e criar esta estrutura indispensável para dar apoio aos desempregados do concelho”, sublinham os socialistas em comunicado, informando que estas medidas estão a ser concretizadas pelo Governo através do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social.

O PS local, liderado por José Francisco Rolo, destaca a importância de se assegurar o apoio e aconselhamento personalizado a desempregados em fase de inserção ou reinserção profissional, mas também a captação de ofertas de emprego, encaminhamento para formação e qualificação.

Para o efeito, entende que tem que haver uma estreita articulação entre as politicas de protecção e apoio social que o Governo tem posto em marcha e a acções concretas que a Câmara Municipal “tem a obrigação de assumir no concelho, no sentido de minorar os efeitos de situações de desemprego forçado”.

Constatando que outras câmaras têm assumido esta questão como prioritária, o PS oliveirense diz estranhar que, em Oliveira do Hospital, os principais responsáveis da Câmara se refiram ao “Fundo de Emergência Social Municipal”, sem que o designado esteja regulamentado ou agendada a sua regulamentação.

Os socialistas lembram ainda que em 2007 foi feita na Câmara Municipal a proposta de criação de um “Plano de Respostas Sociais de Emergência”, sem que tenha surtido efeitos. Para além disso, apresentou “no momento próprio” as suas propostas no executivo para fazer face a estes problemas.

“Também aqui nos colocamos do lado da busca de soluções, e não da crítica pela crítica, que não ajuda a resolver os problemas”, defendem os socialistas, que entendem que “a questão da protecção ao emprego tem que ser assumida como central para o concelho”. “A Câmara tem que demonstrar uma atitude muita mais activa”, sustentam.

LEIA TAMBÉM

EM OLIVEIRA DO HOSPITAL APROVEITAMENTOS ELEITORALISTAS DO PS E SEUS PRINCIPAIS AUTARCAS-CANDIDATOS MANCHAM JÁ A DEMOCRATICIDADE DO PRÓXIMO ACTO ELEITORAL A 1 DE OUTUBRO ! Autor: João Dinis, Jano

Estamos a assistir a um frenesim eleitoralista por parte de “facção” do PS local envolvida …

CDU apresenta queixa na CNE contra executivo e autarcas do PS oliveirenses por aproveitamento “eleitoralista, ilegítimos e antidemocráticos”

Depois do PSD, a CDU de Oliveira do Hospital enviou também uma queixa à Comissão …