Sócrates perde novo recurso, agora no Tribunal Constitucional

O ex-primeiro-ministro José Sócrates, detido desde Novembro de 2014, tentou o seu sétimo recurso, no qual pretendia que fossem declaradas inconstitucionais várias interpretações de normas cuja aplicação permitiu à Relação de Lisboa julgar improcedente o seu recurso, sendo mantido em prisão preventiva.

A tentativa, segundo adianta o Jornal de Notícias, o Tribunal Constitucional diz não haver qualquer inconstitucionalidade. Aquele diário sublinha que esta é a sétima derrota do ex-primeiro-ministro em matéria de recursos.

Em questão estava, por exemplo, o uso de ditados populares para, em “livre apreciação da prova”, se considerar a existência de indícios de crime. Sócrates contestava a utilização de expressões como “milagre do altruísmo” ou “gato escondido com rabo de fora”.

Sócrates está agora sob mais uma investigação sobre a sua à mais recente movimentação financeira: a venda da sua casa a um cidadão paquistanês, ex-procurador e candidato a um visto dourado.

LEIA TAMBÉM

Fiscalização da GNR sobre automobilistas levou a sete detenções

Detido em Seia traficante de estupefacientes

A GNR de Seia e de Paranhos da Beira detiveram um homem de 23 anos, …

Mortes em acidente em Tábua no acesso ao IC6

Dois homens morreram hoje na sequência de uma colisão frontal entre duas viaturas ligeiras numa …