Marido detido por suspeita de ter assassinado mulher em Seia e simulado acidente de viação

Suspeito de ter assassinado a mulher e simulado acidente em Seia ficou em prisão preventiva

O homem suspeito de matar a mulher e de simular um acidente de viação, em Seia, ficou em prisão preventiva. Rui Andrade manteve perante o Juiz a versão que estava inocente e que a morte da esposa, a advogada Ana Rita, teria resultado do acidente. Não convenceu e acabou por ser levado para o Estabelecimento Prisional da Guarda. O funeral da advogada realizou-se ontem na Batalha, de onde era natural.

A advogada, de 38 anos, que faleceu na última terça-feira, no concelho de Seia, onde residia, foi alegadamente assassinada pelo marido, que posteriormente terá simulado o acidente de viação para disfarçar o crime. Rui Andrade acabou detido pela Polícia Judiciária da Guarda, uma vez que as autoridades suspeitaram que a advogada Ana Rita Antunes teria sido morta por espancamento, particularmente devido a uma pancada na cabeça e asfixia e não devido a um acidente que deixou apenas ferimentos ligeiros em Rui Andrade.

As causas do alegado crime podem ter a ver com motivos passionais. Uma tese que terá ganho força quando os investigadores descobriram que a advogada, que deixa duas filhas menores, estava a preparar o divórcio de Rui Antunes e que este já a teria ameaçado. Rui Andrade, porém, continua a insistir na tese de acidente. Nas primeiras declarações às autoridades, Rui Antunes terá dito que a esposa se tinha atirado de uma ravina com o carro em andamento e que o ferimento fatal, o golpe na cabeça, era resultado da queda. A autópsia, contudo, terá contrariado esta possibilidade.

A forma como ocorreu o acidente e o estado da viatura também serviram para levantar suspeitas. Os investigadores não encontraram sinais de travagem do carro que encontrava praticamente intacto. A mulher, já morta, estava, a alguns metros da viatura, com graves lesões e o marido, que a acompanhava, apenas com alguns arranhões.

O acidente rodoviário, recorde-se, ocorreu na terça-feira no concelho de Seia, pelas 13h30, na estrada que faz a ligação entre as localidades de Furtado e Sandomil.

 

LEIA TAMBÉM

Corte de árvores causa um morto em Freches, Trancoso, e outros feridos na região Centro

Um homem morreu hoje, na localidade de Freches, no concelho de Trancoso, depois de ser …

Autarca de Oliveira do Hospital tem muitas dúvidas sobre a capacidade de se fazer cumprir lei de limpeza da floresta

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital acredita que nenhum concelho vai conseguir …