Tabaco matou mais de 10 mil pessoas em Portugal em 2012

O tabaco foi responsável pela morte de mais de 10 mil portugueses no ano passado, segundo um relatório da Direção-Geral da Saúde que é apresentado esta terça-feira.

Na União Europeia, o tabaco mata anualmente cerca de 700 mil pessoas, estimando-se que em Portugal lhe sejam atribuídas 10600 mortes em 2012, o que corresponde a 10% da mortalidade global na população com mais de 30 anos.

A região do Alentejo era, em 2011, a que tinha uma maior taxa de mortalidade por doenças associadas ao tabaco, segundo uma nota da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre o relatório “Portugal – Prevenção e Controlo do Tabagismo em Números”.

A esmagadora maioria dos portugueses (mais de 90%) começa a fumar antes dos 25 anos, com oito em cada 10 fumadores a iniciarem o consumo pela influência dos amigos.

Embora num horizonte de 10 anos, entre 2001 e 2011, a experimentação do tabaco entre os adolescentes pareça ter diminuído, entre 2006 e 2011 registou-se uma subida da percentagem de adolescentes que já experimentaram fumar, que o fizeram no último ano ou nos últimos 30 dias.

No Alentejo, a região que em 2011 tinha maior taxa de mortalidade associada ao tabaco, cerca de 70% dos alunos do ensino secundário já experimentaram fumar.

Em Lisboa e Vale do Tejo, no Alentejo e no Algarve a experiência com o tabaco é mais elevada nas raparigas do que nos rapazes do terceiro ciclo e secundário.

A nota da DGS recorda que, segundo o último Inquérito Nacional de Saúde (2005/2006), 20% dos inquiridos eram fumadores, dentro da população com mais de 15 anos. Dados mais recentes apontam para uma prevalência também na casa dos 20%, com 32% de fumadores entre os homens e 14% nas mulheres.

Sobre os avisos de saúde impressos nos maços de tabaco, a DGS conclui que tiveram um impacto em cerca de metade dos fumadores e ex-fumadores portugueses, com 7% a sentirem-se encorajados a fumar, 20% a fumar menos e 22% a aumentarem os seus conhecimentos sobre os efeitos do tabaco.

Entre os fatores que mais influenciam a escolha do tabaco estão o sabor, a marca e o preço, tendo Portugal um nível de preço dos cigarros abaixo da média europeia.

jn.pt

LEIA TAMBÉM

IP3 cortado na zona de Penacova devido a avaria de pesado

A avaria de um pesado, pelas 14 horas, provocou o corte do trânsito no IP3, …

Denuncia do grupo do empresário Fernando Tavares Pereira coloca IMT sob investigação do DIAP

Duas empresas do grupo Tavfer, do empresário Fernando Tavares Pereira, a CIMA – Centro de …