Tábua e Sampaense dão as mãos para promover basquetebol entre os jovens

O Município de Tábua acaba de dar mais um passo decisivo para a implementação do basquetebol no concelho. Ontem mesmo a Câmara Municipal assinou um protocolo de cooperação com o Clube Sampaense, que envolve também o Agrupamento de escolas de Tábua no sentido de dinamizar a prática desta modalidade entre os jovens tabuenses.

Um protocolo que para Mário Loureiro, o presidente do executivo camarário de Tábua, não é mais do que dar continuidade ao trabalho realizado já no anterior mandato, nomeadamente com a colocação de um piso sintético no pavilhão multiusos, dando assim os primeiros passos para a implementação desta modalidade em Tábua. “Temos de dinamizar os nossos equipamentos e utilizá-los até ao limite”, afirmou o autarca, que com este acordo de cooperação espera poder criar novas oportunidades aos jovens tabuenses e da região envolvente, até porque “temos equipamentos modernos” e “boas acessibilidades para as pessoas facilmente se poderem deslocar a Tábua”. “Achamos que estamos no caminho certo”, referiu ainda o edil, dando nota da dinâmica e da rentabilização que tem sido dada aos equipamentos desportivos, quer ao Estádio Municipal, quer ao Pavilhão Multiusos, que têm vindo a acolher novas modalidades e praticantes.

“Atendendo ao «know how» do Sampaense criámos aqui uma parceria no sentido de apoiarmos e implementarmos esta modalidade em Tábua”, referiu o vereador com o pelouro do desporto, Ricardo Cruz, considerando igualmente as escolas um “parceiro fundamental” para a promoção do basquetebol, na medida em que é ali que se encontra os “futuros praticantes”.

Também o director do Agrupamento de Escolas de Tábua, Sidónio Costa se congratulou com esta iniciativa, julgando este um passo importante para que “o desporto em Tábua não seja apenas futebol”. “Entramos noutras modalidades e isso abre aqui novas possibilidades para os jovens em termos desportivos” realçou o professor e dirigente escolar, não tendo dúvidas que “ o concelho e a própria região só têm a ganhar com a dinamização do basquetebol em Tábua”. “Já lá vai o tempo em que os equipamentos eram rentabilizados de forma limitada, se temos equipamentos no concelho temos de os potenciar ao máximo”, lembrou Sidónio Costa, julgando que Tábua, até pela sua localização e acessibilidades, tem condições para ser um “ epicentro em termos desportivos”.

Com uma já longa tradição e projecção a nível nacional, o clube de S. Paio de Gramaços ( Oliveira do Hospital) estende-se agora a Tábua, através deste protocolo, num projeto que tem como desígnio divulgar a modalidade, mas também angariar mais praticantes e atletas para o clube. “É uma semente que aqui deixamos”, afirmou o presidente da direcção do Sampaense, Pedro Veloso, entendendo que numa altura de dificuldades para os clubes “é bom ver que estamos a crescer em vez de estar a regredir”. “É sinal de que ainda há esperança que, com estas ações, o basquetebol volte a brilhar no país, como já brilhou”, referiu o dirigente.

“Feliz” com este acordo mostrou-se ainda o presidente da Associação de Basquetebol do distrito de Coimbra, Luis Santarino, para quem este deve ser tomado como um “exemplo” para outras autarquias, outros clubes e outras escolas.

Com: diariocoimpbra.pt

LEIA TAMBÉM

GNR realizou ontem 40 detenções em flagrante delito, sete das quais por roubo

Filho preso por suspeitas de ter matado mãe com martelo em Viseu

O homem de 37 anos suspeito de ter matado a mãe em Santarinho, no concelho …

Um morto e dois feridos em acidente em Viseu

Uma colisão entre dois veículos ligeiros hoje de manhã, em Sátão, distrito de Viseu, provocou …