Tábua: Utente do lar da fundação Sarah Beirão está desaparecido desde domingo

 

Um doente de Alzheimer , em estado considerado avançado, poderá ter usado uma das janelas do rés do chão do lar de idosos onde se encontrava instalado para abandonar o edifício.

A fuga do homem com cerca de 80 anos aconteceu pelas 15h00 de domingo, momento a partir do qual funcionários do lar e elementos dos Bombeiros Voluntários de Tábua iniciaram as buscas, até agora infrutíferas.

De acordo com informação avançada pelo Jornal de Notícias online, na segunda-feira, as buscas contaram com uma unidade de cães pisteiros e, na terça-feira, o Centro Distrital de Operações de Socorro de Coimbra (CDOS) enviou para Tábua um helicóptero, unidades da GNR, elementos do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da GNR (GIPS) e bombeiros das corporações de Coimbra, Oliveira do Hospital e Brasfemes, terra natal do desaparecido.

Pelo facto de o lar se situar próximo do rio Mondego e de outros cursos de água mais pequenos, também foi destacada para o terreno uma unidade de mergulhadores dos Sapadores de Coimbra.

De acordo com o mesmo jornal, o desaparecimento do octogenário, de nome Silvério, não é o primeiro a ocorrer naquela instituição de apoio a idosos, havendo já registo de dois episódios anteriores ao verificado no último domingo.

LEIA TAMBÉM

Câmara Municipal de Seia promove incentivos à criação de emprego e ao investimento.

Município de Seia disponibiliza 100 mil euros para prioridades definidas pelos munícipes

A Câmara Municipal de Seia alocou uma verba de 100 mil euros para o orçamento …

Turistrela tem anteprojecto para colmatar problema do corte de estradas de acesso à Torre

Turistrela concluiu um anteprojecto para a instalação de três telecabinas na Serra da Estrela, iniciativa …