Tábua: Utente do lar da fundação Sarah Beirão está desaparecido desde domingo

 

Um doente de Alzheimer , em estado considerado avançado, poderá ter usado uma das janelas do rés do chão do lar de idosos onde se encontrava instalado para abandonar o edifício.

A fuga do homem com cerca de 80 anos aconteceu pelas 15h00 de domingo, momento a partir do qual funcionários do lar e elementos dos Bombeiros Voluntários de Tábua iniciaram as buscas, até agora infrutíferas.

De acordo com informação avançada pelo Jornal de Notícias online, na segunda-feira, as buscas contaram com uma unidade de cães pisteiros e, na terça-feira, o Centro Distrital de Operações de Socorro de Coimbra (CDOS) enviou para Tábua um helicóptero, unidades da GNR, elementos do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro da GNR (GIPS) e bombeiros das corporações de Coimbra, Oliveira do Hospital e Brasfemes, terra natal do desaparecido.

Pelo facto de o lar se situar próximo do rio Mondego e de outros cursos de água mais pequenos, também foi destacada para o terreno uma unidade de mergulhadores dos Sapadores de Coimbra.

De acordo com o mesmo jornal, o desaparecimento do octogenário, de nome Silvério, não é o primeiro a ocorrer naquela instituição de apoio a idosos, havendo já registo de dois episódios anteriores ao verificado no último domingo.

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …