Tao Song, o camareman que derrubou o homem mais rápido do mundo, já fez as pazes com o atleta

Tao Song o cameraman que derrubou Usain Bolt depois do atleta jamaicano ter ganho a medalha de ouro nos 200 metros no Campeonato Mundial de Atletismo em Pequim, na China, conversaram e fizeram as pazes durante a durante a cerimónia de atribuição das medalhas.

Usain Bolt até recebeu uma pulseira para ter boa sorte das mãos de Song, que falou ao jornal The Guardian disse que o mais importante é que o atleta está bem. “Eu também e estou pronto para voltar ao trabalho”, disse.

Song, que já cobriu outros eventos desportivos como os Jogos Asiáticos e as Olimpíadas, trabalha para o canal CCTV e sem querer, foi contra Bolt com a sua Segway, deitando o velocista ao chão.

Depois do incidente, Bolt brincou e disse que a “agressão” se devia a uma manobra de Justin Gatlin, seu rival na competição: “Ele tentou matar-me! Eu não sei o que ele estava a fazer. Foi do género: ‘Estás a ganhar demasiado – dá cabo dele!’”.

Foto: fonte: revista Sábado

LEIA TAMBÉM

Incêndios destruíram mais 500 hectares em Seia

Portugal em risco de incêndios iguais ou piores aos de 2017 avisam especialistas americanos

O risco de incêndios catastróficos iguais ou piores aos de 2017 é real e tem …

Combustíveis sobem na segunda-feira pela quinta semana consecutiva e batem recorde do ano

Os combustíveis deverão voltar a subir na próxima segunda-feira. Será a quinta semana consecutivo a …