Tarde alucinante na II Liga: ingrata para Chaves, gloriosa para União e histórica para Tondela

Uma final de tarde alucinante na II Liga, com as decisões da subida remetidas para esta derradeira jornada. O Tondela e o União da Madeira foram os clubes premiados com as duas vagas, entre os cinco que tinham legítimas pretensões ao sonho: Tondela, Chaves, Covilhã, Feirense e União da Madeira. O Chaves perdeu tudo nos descontos.

O Tondela fez história e subiu pela primeira vez ao principal escalão do futebol português numa caminhada iniciada em 2004/05 após a subida da formação da Beira Alta dos distritais para a antiga III divisão Nacional.

Foi graças ao Tondela que o União da Madeira também hoje a subida. O resultado desfavorável dos tondelenses aos 92’ (0-1) colocava o Chaves na Liga, mas foi nesse preciso minuto que André Carvalhas (formado no Benfica) empatou a partida. Um golo que alterou por completo o desfecho das contas da subida – tirou o título ao Chaves, deu a subida ao União e fez com que o Tondela se sagrasse campeão da II Liga.

No campeonato a três – União, Chaves e Covilhã (todos com 80 pontos) – os madeirenses tinham vantagem e após 20 anos de ausência, a equipa liderada por Vítor Oliveira ascendeu assim à Liga. O técnico de 61 anos que soma a 7.ª subida na carreira – Paços de Ferreira (1990/91), Académica (1996/97), União Leiria (1997/98), Belenenses (1998/99), Leixões (2006/07) e Arouca (2012/13).

LEIA TAMBÉM

idosos

Idoso desaparecido em Trancoso

Os Bombeiros e a GNR estão a procurar um homem de 90 anos que foi …

frio

Frio vai acentuar-se amanhã, mas sem previsão de chuva para os próximos dias

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para amanhã uma descida das …