Teleassistência em Seia arrancou esta semana e presta apoio a 51 idosos

Os idosos economicamente carenciados e em situação de isolamento ou risco (51 sinalizados), residentes no concelho de Seia, vão beneficiar do Projecto de Teleassistência, um serviço telefónico de apoio, para casos de emergência médica, social ou de segurança. A implementação do protejo arrancou esta semana, com a instalação do serviço aos primeiros beneficiários na zona de Vide.

“Procura-se por este meio assegurar o acompanhamento e apoio permanente de quem vive sozinho, minimizar as consequências resultantes de acidentes no domicílio, proporcionar uma maior autonomia de pessoas dependentes, promover a independência e a confiança do idoso, aumentar a segurança para os utilizadores, principalmente os que vivem em zonas isoladas, assegurando um maior sentimento de tranquilidade para os utilizadores e para os seus familiares”, refere uma nota do município, que classifica esta acção como “uma resposta social que pretende contribuir para a melhoria da qualidade de vida de idosos residentes no concelho, que vivem isolados e em zonas de difícil acesso, com recursos financeiros limitados e/ou com algum grau de incapacidade ou dependência física ou psicológica”. A população em questão foi identificada pelo Município, numa acção que contou com a estreita colaboração da GNR, na sinalização e contacto com os potenciais destinatários”, refere uma nota do município.

Para avançar com este projecto, a autarquia celebrou um protocolo de cooperação com a Fundação PT, apresentado a 7 de Março de 2014, de modo a assegurar os custos das mensalidades inerentes ao funcionamento do serviço de teleassistência, sendo comparticipados em 50% por cada uma das entidades. Aos beneficiários é atribuído um serviço telefónico de apoio, para casos de emergência médica, social ou de segurança, num atendimento prestado por Call Center especializado, através de rede fixa, 24 horas por dia. O serviço de Teleassistência contempla a instalação de um telefone e a entrega de um transmissor sem fios, a usar pelo utilizador em caso de emergência, bem como o contacto dos serviços do Callenter, com uma periodicidade de 15 em 15 dias.

LEIA TAMBÉM

Presidente da República a caminho de Oliveira do Hospital e António Costa reunido com presidentes de Câmara naquela cidade

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, está a caminho de Oliveira do Hospital …

PSA Mangualde interrompe produção devido aos incêndios

A fábrica da Citroën, do grupo PSA, em Mangualde, interrompeu a produção devido aos incêndios …