calor

Temperaturas sobem até aos 40 graus e DGS recomenda medidas

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou de sete para 12 os distritos sob ‘Aviso Amarelo’, o terceiro mais grave de uma escala de quatro, devido ao tempo quente. Coimbra é um deles, juntamente com Beja, Évora, Setúbal, Portalegre, Santarém, Lisboa, Leiria, Coimbra, Aveiro, Porto, Braga e Viana do Castelo, bem como o arquipélago da Madeira.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera prevê um aumento significativo das temperaturas a partir de hoje, dia 14 de Julho, até dia 20 de Julho, pelo menos. O IPMA, de resto, anunciou ontem a previsão de tempo quente e seco, com temperaturas acima dos 30 graus nas regiões do norte e, entre os 35 e 40 graus, para o centro e sul do país, além da temperatura mínima acima dos 20 graus. Ao mesmo tempo, a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) alertou para o risco de incêndio em níveis muito elevados para os próximos dias, devido às previsões de tempo quente e seco, com temperaturas a rondar os 40 graus.

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) fez igualmente um alerta à população em geral e em particular às pessoas mais vulneráveis, para que adoptem medidas de prevenção contra as temperaturas elevadas, esperadas para os próximos dias. A DGS “recomenda a adopção de medidas gerais de prevenção destinadas à população em geral e medidas específicas para pessoas mais vulneráveis aos efeitos do calor”, nomeadamente bebés e crianças pequenas, idosos, doentes crónicos, praticantes de desporto e pessoas isoladas e em carência económica e social.

LEIA TAMBÉM

José Carlos Alexandrino garante que existem três médicos dispostos a vir trabalhar para Oliveira do Hospital desde que sejam contratados pela tutela

Deputado do PS Santinho Pacheco defende encaminhamento de doentes renais de Seia e Gouveia para Viseu

O deputado socialista Santinho Pacheco, eleito pelo circulo eleitoral da Guarda, anunciou hoje que questionou …

“Não reúno condições objectivas que reputo de indispensáveis, necessárias e até obrigatórias, a uma candidatura à Câmara Municipal”

O ex-presidente da Assembleia Municipal de Oliveira, António Lopes, não se irá candidatar nas eleições …