Rio Alva vestido de negro afecta abastecimento de água

Depois dos incêndios das últimas semanas, veio a tempestade e as fortes chuvas que na terça-feira se fizeram sentir na região arrastaram as cinzas e todo o tipo de resíduos florestais para os rios, em zonas onde existem captações de água para abastecimento público.

Na Estação de Tratamento de Água da Senhora do Desterro, localizada numa zona severamente castigada pelo fogo – a Serra da Estrela -, os problemas já se começaram a fazer sentir, sobretudo porque as águas do Alva foram fustigadas com o que restou dos incêndios.

A situação reveste-se de alguma preocupação, uma vez que o estado em que ficou a floresta da região, torna previsível que a época das chuvas contribua para o arrastamento de todo o tipo de matéria morta que ficou nas encostas do rio Alva.

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital acaba de lançar um edital onde adverte os munícipes de que o problema – para além das alterações ao nível das características organolépticas da água, como a turvação – poderá inclusivamente obrigar a”cortes” de fornecimento.

Se tal vier a acontecer, poderão ser afectadas as populações de todas as freguesias e localidades abastecidas através do subsistema da Senhora do Desterro.

LEIA TAMBÉM

IP reforça meios de prevenção e limpeza de gelo e neve nas estradas da Serra da Estrela com novo Silo de Sal-gema na Guarda

A Infra-estruturas de Portugal (IP) instalou na Guarda, um novo silo de sal-gema com capacidade …

Incêndios causaram mais de 10 milhões de euros de prejuízos em Seia

Os prejuízos financeiros causados pelos incêndios dos dias 15, 16 e 17 de Outubro no …