Treinador do AD Nogueirense com processo disciplinar por alegada tentativa de agressão a adversário, clube está indignado

Em Nogueira do Cravo há quem diga que existe uma “espécie de bruxaria” a perseguir o clube que se encontra a disputar o Campeonato Nacional de Seniores. Os “azares” sucedem-se. O Campeonato começou com duas derrotas para a AD Nogueirense e várias lesões (na partida inaugural o técnico não pode contar com cinco elementos de um plantel de 21 jogadores). Mas o jogo de abertura, frente ao Lusitano, ficou marcado, além da derrota caseira por 1-3, por um caso que deixou a estrutura daquele emblema do concelho de Oliveira do Hospital indignada: o treinador Rui Vale foi expulso e posteriormente surpreendido por um inquérito que se encontra a decorrer na Federação Portuguesa de Futebol, por uma alegada tentativa de agressão a um adversário. Algo que, elementos ligados ao clube, garantem não entender de todo.

O facto de Rui Vale “falar demais” durante a partida, refere uma fonte, terá sido, numa primeira fase, a explicação do homem que dirigiu o jogo deu para sua tomada de posição. No relatório oficial, porém, descreve como causa “tentativa de agressão a um adversário”. “É algo de surrealista. Quem conhece o Rui Vale sabe bem que ele seria incapaz disso. Fala, mas nunca insulta sequer ninguém, quanto mais tentar agredir. O relatório não condiz com nenhuma das explicações que nos deu quando lhe perguntámos a razão da expulsão do técnico”, conta ao CBS um elemento ligado ao clube, adiantando que em nenhum momento se verificou qualquer situação semelhante àquela que vem descrita. “O próprio treinador nunca colocou em causa a vitória do Lusitano. Reconheceu que foi superior e ganhou bem. Depois somos surpreendidos com este inquérito surrealista”, sublinha.

Rui Vale tranquilo quanto ao futuro da equipa: “Resultados vão aparecer”

A AD Nogueirense está a recolher elementos para preparar a defesa e garante ter em sua posse elementos que demonstram a inocência de Rui Vale. “Não entendemos a razão de existir esta sequência de acontecimentos nefastos em relação ao clube. É algo que já se arrasta no tempo, como aconteceu na temporada passada”, sublinha outra fonte que prefere o anonimato por existirem indicações para ninguém do clube prestar declarações oficiais, enquanto toda esta situação estar resolvida. “Estamos tranquilos, porque a verdade vai vir ao de cima”, remata.

O treinador Rui Vale, contactado pelo CBS, recusou-se a falar sobre o assunto. Deixou apenas escapar não saber o que levou à sua expulsão.

Já sobre o futuro da equipa Rui Vale está tranquilo. Apesar das duas derrotas que a equipa sofreu nestes dois desafios de arranque da prova garante que os adeptos podem estar descansados. Sublinha que a equipa está a trabalhar bem e que os resultados vão começar a aparecer. “Já se notou uma melhoria do primeiro para este segundo jogo (derrota em Gouveia por 1-0) e as coisas vão entrar nos eixos nos próximos tempos”, referiu Rui Vale, para quem o regresso de jogadores que têm estado lesionados vai ajudar na recuperação. O técnico reafirmou novamente a confiança no plantel para realizar uma boa prova e limita-se a sublinhar que esta série D será muito competitiva. “Todas as equipas têm condições para lutar pelos primeiros lugares”, concluiu este técnico de 41 anos.

LEIA TAMBÉM

PSD de Oliveira do Hospital quer aposta na formação profissional

O PSD de Oliveira do Hospital mostrou-se na última Assembleia Municipal preocupado com aquilo que …

Alexandrino acusa PSD de tentar reabilitar “ditadura” de outros tempos no concelho

O presidente da Câmara de Oliveira do Hospital acusou ontem durante a Assembleia Municipal o …