Última Assembleia Municipal do ano de Oliveira do Hospital adiada provavelmente para 30 de Dezembro

A última Assembleia Municipal da Câmara de Oliveira do Hospital não se vai realizar no próximo dia 16 como estava inicialmente previsto. A notícia foi hoje avançada pelo presidente José Carlos Alexandrino que justificou o adiamento, provavelmente para o dia 30 de Dezembro, com a necessidade de uma revisão orçamental em baixa.

“Quando o orçamento foi feito contemplava algumas obras do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) que transitaram para 2017 e algumas que não foram contempladas por aquele programa. Como na altura não sabíamos foram todas cabimentadas no orçamento e agora é necessária a revisão ”, explicou o autarca que tem de realizar a reunião antes do fim do ano, mas praticamente descartou a realização da Assembleia para o dia 23, dado que nesse dia se realiza o jantar de Natal dos funcionários da autarquia. “Provavelmente terá de se realizar a 30 de Dezembro”, rematou o autarca.

LEIA TAMBÉM

CNE dá provimento a denúncias do PSD e pede explicações a José Carlos Alexandrino sob alegadas práticas que violam lei eleitoral

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) deu provimento a uma queixa apresentada pela concelhia do …

Atropelamento mortal em Candosa, concelho de Tábua

Mulher morreu hoje em Oliveira do Hospital vítima de atropelamento na EN17 junto ao Lidl

Uma mulher, com 60 anos, morreu ao final da manhã de hoje na sequência de …

  • António Lopes

    Considerando “os construtivos debates, propostas e achegas” que a Assembleia costuma dar,tendo em conta o papel “determinante” das decisões , na vida concelhia, penso que pode ficar para o ano..! Assim como assim, sendo as sessões da Assembleia usualmente, para dizer Amém, qualquer dia é bom.Ainda não vi o orçamento mas, aposto singelo contra dobrado que,bola e festas a maior fatia, mais ou menos igual à educação, com prejuízo para esta.E como é ano de eleições umas obritas de fachada.Ainda não foi discutido nem aprovado e já está a levar revisões, fácil entender o que aí vem…Mais do mesmo.
    No âmbito da “acrobacia política” deve haver uns fogachos sobre os ICs, que vão tardar a ser feitos.Uns elogios, encomendados, “à superior gestão do executivo”, 4500 euros gastos com a reunião, e está feito. Temos a Assembleia que “os democratas”, no poder, gostam.Uma caixa de ressonância..!