Último desfile do Brás Garcia de Mascarenhas foi “um sucesso”

… espalharam alegria pela cidade, traduzindo-se a iniciativa em mais um verdadeiro sucesso.

O Agrupamento de Escolas Brás Garcia de Mascarenhas deu hoje cumprimento àquela que é considerada como a maior atividade letiva. Trata-se do desfile de Carnaval Infantil que, contando com a participação da Obra D. Josefina da Fonseca e Fundação Aurélio Amaro Diniz colocou hoje cerca de 1500 figurantes a irradiar alegria pela cidade.

Miúdos e graúdos deram forma ao cortejo que, este ano, foi organizado sob o tema da água, pelo facto de em 2013 se assinalar o Ano Internacional da Água.

Gotas, gelo, neve, nuvens, pinguins, piratas, polvos, lulas e muitos outros trajes que recriavam tempos idos no que à captação de água diz respeito, desfilaram pela cidade onde eram esperados por uma verdadeira multidão que ansiava com expectativa pelo corso que, pelo último ano, foi organizado pelo Agrupamento Brás Garcia de Mascarenhas.

Uma realidade que chegou a ser assinalada no desfile e que, de alguma forma, serviu de entusiasmo a alunos, professores, funcionários e pais que se envolveram na organização da iniciativa.

“A própria comunidade saiu dignificada”, referiu Luís Ângelo ao correiodabeiraserra.com fazendo um balanço muito positivo da iniciativa.

“Enquanto último desfile do Brás Garcia, penso que foi um sucesso”, continuou o diretor daquele agrupamento escolar, reconhecendo a dedicação de todos na preparação do desfile. O docente elogia, de modo particular, a qualidade dos trajes que foram “magníficos”.

“Quando todos trabalhamos com empenho para um mesmo objetivo o sucesso é possível”, registou, confessando-se satisfeito pelo “entusiasmo” manifestado quer pelos figurantes, quer pela comunidade que assistia ao desfile.

E foi assim durante mais de duas horas, ficando no ar a incógnita relativamente ao futuro de um evento que “ganhou raízes” em Oliveira do Hospital.

“Espero que quem fique à frente do futuro mega agrupamento não deixe morrer esta atividade que é esperada, todos os anos, por toda a comunidade”, desejou Luís Ângelo no final daquele que foi um dos maiores desfiles organizados pelo Agrupamento Brás Garcia de Mascarenhas e que já é considerado como o “maior corso da região” no que ao número de figurantes diz respeito.


LEIA TAMBÉM

Jovens cientistas da EPTOLIVA de Tábua desenvolvem Compósito Antisséptico e conquistam segundo lugar na XI Mostra Nacional de Ciência

Jovens estudantes da Eptoliva, na Tábua, no distrito de Coimbra, desenvolveram uma solução desinfectante a …

A escola ou a escolinha (?). Autor: António Ferro.

Durante várias décadas, fui assistindo às mudanças (algumas drásticas e escusadas) no sistema de ensino …