“Um Chá com…” recorda poetiza Sophia de Mello Breyner Andresen na Pousada Convento do Desagravo

Sophia de Mello Breyner Andresen vai receber no próximo sábado um tributo promovido pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, Biblioteca Municipal de OH, o Rotary Club e a Universidade Sénior em mais uma edição da iniciativa “Um Chá com…”. O evento está agendado para as 16h00 e terá como palco, pela primeira vez, a Pousada Convento do Desagravo, em Vila Pouca da Beira. A sessão é aberta ao público que, segundo a organização, terá oportunidade de conhecer melhor a vida e obra desta autora que é considerada uma das maiores poetisas portuguesas do século XX.

O programa conta com alguns apontamentos musicais, durante os quais serão declamados vários poemas da autora. A abertura será realizada com a leitura de excertos de uma das suas obras infantis mais conhecidas, “A Fada Oriana” (1958), que conta com a participação especial dos pequenos leitores da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital.

Sophia de Mello Breyner Andresen nasceu a 6 de Novembro de 1919 no Porto, frequentou o curso de Filologia Clássica da Universidade de Lisboa entre 1940 e 1942, e casou em 1946 com Francisco de Sousa Tavares. Participou activamente na oposição ao Estado Novo e depois do 25 de Abril de 1974 foi eleita deputada à Assembleia Constituinte, integrada nas listas do Partido Socialista.

Sophia de Mello Breyner Andresen começou a publicar poemas em 1940 nos Cadernos de Poesia. E, entre 1944 e 1997, publicou diversos livros de poesia. Também escreveu contos, peças de teatro, artigos de opinião e curtos ensaios, destacando-se a sua obra de literatura infantil da qual constam sete títulos.

Recebeu vários prémios literários e condecorações. Faleceu a 2 de Julho de 2004 com 84 anos. Em Fevereiro de 2014 a Assembleia da República decidiu homenageá-la com honras de Panteão. A cerimónia de transladação teve lugar a 2 de Julho de 2014, quando se assinalava uma década do seu falecimento.

LEIA TAMBÉM

Estudantes da FCTUC produzem combinado de fruta e algas 100 por cento natural, um alimento que promete ajudar os diabéticos e os intolerantes à lactose e ao glúten

Medronhos, amoras silvestres e algas são os ingredientes que constituem o Gratô, um produto alimentar …

Casas abandonadas. Autor: Renato Nunes

A partir do momento em que a minha avó materna faleceu, já lá vão 22 …