Um homem detido em Viseu por suspeita de incêndio florestal

A GNR anunciou hoje a detenção de um homem e a identificação de um outro, em Tarouca e Mangualde, respectivamente, por crimes de incêndios florestais resultantes da queima de sobrantes. “Ambas as ocorrências terão resultado do descontrolo das chamas durante a realização da queima de sobrantes, tendo ardido um total de seis mil metros quadrados”, refere a GNR, em comunicado.

Segundo a mesma fonte, o homem de 58 anos foi detido em flagrante delito, em Tarouca. O suspeito de 42 anos foi apenas identificado, em Mangualde.

Desde o início do ano, o comando territorial de Viseu da GNR já “registou 13 crimes de incêndio florestal, elaborou 13 contra-ordenações no âmbito da gestão das faixas de combustível devido à falta de limpeza de terrenos, deteve três pessoas e identificou dez, por suspeita a prática do crime de incêndio florestal”.

LEIA TAMBÉM

Universidade de Coimbra aposta na folha de mirtilo para tratamento da Esclerosa Múltipla

Um projecto de investigação da Universidade de Coimbra aposta no potencial terapêutico da folha de …

Polícia Judiciária deteve mulher que tentava introduzir haxixe na prisão de Coimbra

PJ deteve 12 pessoas em Coimbra por suspeita de tráfico de droga

A Directoria do Centro da Polícia Judiciária anunciou hoje ter detido, na terça-feira, doze pessoas …