Uso “negligente” de motosserra na origem de incêndio florestal em Arganil

 

… que, no dia 6 de setembro, consumiu 800 hectares de floresta e ameaçou habitações em Arganil.

Terá tido causa negligente o incêndio florestal que na passada quinta-feira, pelas 12h30, deflagrou no concelho de Arganil e, rapidamente, ganhou proporções maiores mobilizando centenas de operacionais e vários meios aéreos.

A informação é avançada pela Diretoria do Centro da Polícia Judiciária que procedeu à identificação de dois madeireiros, de 31 e 45 anos, que já foram constituídos arguidos por suspeita de “terem provocado um incêndio de grandes proporções quando se dedicavam ao corte de madeira”.

De acordo com aquela força de segurança, o incêndio terá sido provocado pelo “manuseamento de uma motosserra” sem que os indivíduos “tivessem tomado os cuidados necessários em função do local, da temperatura e da humidade”.

O incêndio ocorreu numa zona florestal povoada de pinheiros, eucaliptos e carvalhos e atingiu uma área calculada em mais de 800 hectares e colocou em perigo algumas povoações do concelho de Arganil.

LEIA TAMBÉM

Ministro Pedro Marques garantiu em Nelas que a aposta em infra-estruturas de transporte passa pela ferrovia e IP3, ignorando IC6 e IC12

O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou ontem em Canas de Senhorim, Nelas, …

José Carlos Alexandrino lança suspeitas sobre queijeiras de Seia nas descargas ilegais no rio Cobral

Como regresso da chuva, os habitantes que vivem próximo do rio Cobral temem que voltem …