Utente do lar de Alvôco de Várzeas usou ginásio para pôr termo à vida

… terá ontem de manhã acabado por consumar o suicídio através de enforcamento. O octogenário natural do Avelar, freguesia de Aldeia das Dez, foi encontrado por volta das 10h00 de ontem já sem vida por um outro utente, no ginásio daquela Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS).

“Ele dizia que se queria suicidar e por isso andávamos sempre perto dele, incluindo os próprios utentes, para que ele tirasse aquela ideia da cabeça”, referiu ao correiodabeiraserra.com o presidente da direcção daquela IPSS, sublinhando que a própria família tinha alertado o Centro para essa preocupação.

Segundo António Fontes contou a este diário digital, o octogenário – fazia 81 anos em Janeiro próximo – já teria tentado o suicídio em casa dos próprios filhos em Lisboa. Sem que haja quaisquer indícios de problemas psíquicos, Fontes tenta justificar o alegado suicídio com uma espécie de revolta que afectava o utente.

Sem que estivesse com a sua mobilidade condicionada, o idoso natural de Avelar, saía todos os dias das instalações do lar para visitar familiares que habitam em Alvôco de Várzeas. “Ia sempre fazer o mesmo percurso pela manhã e ao final do dia”, contou António Fontes, sublinhando que na própria manhã de ontem o encontrou no caminho.

Terá sido após o passeio matinal, que o utente terá colocado termo à vida, alegadamente com recurso a uma corda que – como assegurou o responsável pela IPSS – “trouxe do exterior” e que acabou por prender a um equipamento de madeira disponível no ginásio. “Ele nunca frequentava o ginásio”, referiu Fontes, lamentando o sucedido, bem como o facto de o utente ter sido encontrado já sem vida por um outro utente que frequentava o ginásio diariamente.

O sucedido provocou um ambiente de consternação em toda a IPSS, em particular na valência de lar frequentada por 23 utentes.

Contactado pelo correiodabeiraserra.com, o sargento-mor Lucénio Martins do Destacamento Territorial da GNR da Lousã confirmou o sucedido, sublinhando que tudo aponta para a ocorrência de suicídio por enforcamento.

LEIA TAMBÉM

“O presidente diz que Oliveira está na moda. Adarnela só se for na moda da idade da pedra. Não tem água, nem saneamento”

Quem chega a Adarnela, no concelho de Oliveira do Hospital encontra uma localidade dividida entre …

Cemitério de Nogueira do Cravo vai ser ampliado

A Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital aprovou na sexta-feira o alargamento do cemitério de …