Vereador do PS critica presidente da câmara pela recusa da criação de um observatório

…José Francisco Rolo, acusa o presidente da Câmara de Oliveira do Hospital (CM) de ter recusado uma proposta, feita na reunião do executivo camarário, dia 6, que visava a criação – sob coordenação da autarquia oliveirense – de um observatório, constituído por diversas entidades, para o sector têxtil e da confecção.

“O senhor presidente da câmara entendeu descartar essa solução, empurrando a responsabilidade para terceiros, no caso, para o Centro de Emprego de Arganil. Faz mal em pensar assim. A estrutura proposta, este mecanismo, distinguiria pela positiva o município de Oliveira do Hospital, que assumiria na região soluções para o sector da confecção”, afirma o vereador socialista numa nota de imprensa enviada hoje ao correiodabeiraserra.com.

Rolo congratula-se entretanto com o facto de a “constituição deste observatório e a sua missão prática não terem caído por terra”, já que conforme explica, o Governador Civil de Coimbra, Henrique Fernandes, anunciou recentemente que irá criar no distrito um observatório para o sector.

“A postura política que se exige não pode ser aliviar responsabilidades, senhor presidente da câmara. É precisamente ao contrário. A postura política deve ser: juntar pessoas, juntar entidades, juntar ideias, dar as mãos e encontrar soluções entre todos”, frisa Rolo.

LEIA TAMBÉM

Viva o 25 de Abril! Sempre! Autor: João Dinis, Jano

Ao 25 de Abril de 1974 e à nossa magnífica “Revolução dos Cravos” se colou …

António Lopes

António Lopes junta acórdão do TCANorte para reforçar acusação no processo contra o município de Oliveira do Hospital

O ex-presidente da Assembleia Municipal (AM) de Oliveira do Hospital António Lopes pediu ao Tribunal Administrativo …