João Brito

Vereador João Brito pediu contas da EXPOH e Feira do Queijo, mas não obteve números

O vereador do PSD na Câmara Municipal de Oliveira do Hospital quer conhecer as contas da Feira do Queijo e da EXPOH 2015. João Brito considera que já passou tempo suficiente para as contas serem apresentadas e na última reunião de Câmara, aberta ao público, pediu esses documentos, bem como o valor pago pela autarquia no almoço promovido no feriado municipal que contou com 220 pessoas, número que aquele elemento da oposição considerou exagerado. Mas saiu do encontro sem saber os valores de qualquer destes eventos.

O líder da autarquia defendeu esta demora na apresentação das contas, com o facto de em Oliveira do Hospital existir “gente que gosta de brincar com os números”. “Por isso tenho imenso cuidado. Só quando a minha contabilidade estiver completamente fechada é que apresento as contas”, referiu José Carlos Alexandrino que desafiou, entretanto, o elemento do PSD a “sentar-se com João Mendes” [responsável da contabilidade] que lhe mostraria “todos os números”.

O presidente da autarquia admitiu, contudo, que as contas da Feira do Queijo já devem estar fechadas, enquanto as que respeitam à EXPOH podem existir “algumas coisas residuais”. “Terei o maior prazer de lhe apresentar as contas”, referiu o autarca que deixou o representante do PSD à espera que na próxima reunião do executivo lhe seja facultada a documentação. “Já acho que é tempo suficiente e espero que na próxima reunião me sejam apresentados”, disse João Brito.

Brito critica excesso de elementos em almoço

Sublinhando que não tinha nada contra o evento e cerimónias que se realizam no feriado municipal, o vereador dos sociais-democratas classificou, porém, de “exagerado o número de convidados”, 220, para o almoço promovido pela autarquia. E insistiu em saber quanto custou e o que levou a tal número de comensais.

José Carlos Alexandrino reconheceu que não tinha de memória o valor exacto, mas assegurou que foi um preço razoável, escolhido entre três restaurantes convidados a concurso. O autarca referiu ainda que não é o valor pago pelo almoço que vai fazer mossa no orçamento da autarquia e que aquele é um “momento bonito de convívio”, que se insere também numa nova visão política de relações. “No tempo do seu partido não estavam cá presidentes de Câmara e empresários, como estão agora. E estão porque com este presidente há uma nova visão política de relações. Há aqui uma estratégia. Aquilo não é para os amigos e enquanto eu for presidente e os meus vereadores me apoiarem vai continuar a realizar-se”, atirou.

Como o elemento da oposição continuou a achar o número exagerado, José Carlos Alexandrino explicou que grande parte dos presentes eram os convidados dos homenageados que, segundo o autarca, podem apresentar uma lista de dez a 15 elementos que gostariam de ver presentes. O autarca lembrou também que foram homenageados vários alunos e que o homenageado Manuel Oliveira Cruz, 84 anos, considerado como um exemplo na defesa da cultura e tradições da Freguesia de S. Gião, teve 42 acompanhantes.

LEIA TAMBÉM

Caça praticamente proibida no concelho de Oliveira do Hospital até Maio de 2018

A caça está proibida até 31 de Maio de 2018 nas zonas consumidas pelos fogos, …

Capoula Santos apresentou em Oliveira do Hospital novas medidas de apoio aos agricultores afectados pelos fogos

O Ministro da Agricultura apresentou, ontem, em Oliveira do Hospital, as novas medidas de apoio …

  • António Lopes

    O Senhor vereador João Brito é de bom tempo..! Ainda agora chegou, é da oposição, e já queria obter as respostas que, eu, primeiro eleito, não consigo obter..! Depois vai questionar por 220 almoços, num feriado em que os homenageados, pelo regulamento,podem levar 6 convidados cada?
    Então o senhor vereador não sabe que as minhas discordâncias começaram, precisamente pelos almoços da feira do queijo, onde fora gastos 30 248 euros em almoços..? O então deputado, Rui Abrantes, disse que foram 5 000 almoços.Penso que não foram tantos.Ele terá feito as contas pelo preço da feira,praticados pelo Sr.Diniz, que levou 6 euros por almoço…Ora senhor vereador, quanto a respostas tem que ir para a fila.Ando a clamar por algumas há anos e, até agora,parece que só no “Ministério Público”..! “Democracia e transparência” mas, ao ritmo de “ALGUNS”..!

  • psd

    Então mas com tantos convidados o João já fazia uma lista muito interessante…