Com as eleições internas a entrarem em contagem decrescente, o PSD está ao rubro. Hoje, coube a vez ao antigo chefe de gabinete de Mário Alves e actual vice-presidente do partido, vir a público – num artigo de opinião publicado no jornal Folha do Centro – afirmar que “o presidente da edilidade deve ter-se definitivamente convencido de que se aproximava o final de um ciclo”.

Vice Presidente do PSD acusa Paulo Rocha de “viver a troco da manutenção num lugar”

Imagem vazia padrãoConsiderando que o ciclo do autarca social-democrata, “como todos os ciclos teve momentos muito bons, outros menos bons, mas que ficou marcado, pelo bizarro despoletar de uma guerrilha interna de impactos e consequências ainda não avaliadas”, António Duarte refere, no entanto, que “o que não é prudente, nem correcto, nem admissível é Mário Alves querer sair mas, ao mesmo tempo e com «tiques monárquicos» perfeitamente absurdos, nos querer impingir (digo impor) o seu herdeiro” – Paulo Rocha.

Duarte diz até reconhecer “algumas qualidades ao candidato”, mas é peremptório ao concluir que “José Carlos Mendes será, indiscutivelmente, o presidente de Câmara que Oliveira do Hospital necessita”.

Além do mais, aquele vice-presidente do PSD sustenta que Paulo Rocha “deve aguardar pacientemente a sua oportunidade” e – sublinha – “aprender nos próximos anos que quem se sujeita a viver na penumbra, quem se refugia no silêncio cúmplice pactuando com determinadas «atrocidades» políticas, quem vive diariamente no culto da obediência cega e da subserviência medíocre a troco da manutenção num lugar, jamais será um carismático e estimado líder”.

LEIA TAMBÉM

Nova liderança da JSD de Oliveira do Hospital quer colocar problemas dos jovens na agenda política local

Virgílio Salvador, de 26 anos, foi eleito no domingo presidente da Juventude Social Democrata de …

«Castração» política em Oliveira do Hospital. Autor: João Cruz

Passados 44 anos após o 25 de Abril de 1974, vive-se hoje em Oliveira do …